Frente Popular

Eduardo da Fonte (PP) lança Antônio Mário, ex-secretário de Paulo Câmara, como candidato a senador

A decisão do PP de lançar um candidato ao Senado foi tomada após o presidente nacional da sigla, Cláudio Cajado, informar por nota, na última terça-feira (2), que o partido não fará coligação com o PT em nenhum estado do País

Mirella Araújo
Cadastrado por
Mirella Araújo
Publicado em 05/08/2022 às 18:43 | Atualizado em 05/08/2022 às 18:49
Reprodução/Instagram
Lula da Fonte, Antônio Mário e Eduardo da Fonte - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O Partido Progressista de Pernambuco, realizou sua convenção partidária nesta sexta-feira (5) e homologou a candidatura do advogado e ex-secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Antônio Mário, para o Senado Federal.

Liderado pelo deputado federal Eduardo da Fonte, o partido também oficializou o seu apoio à candidatura de Danilo Cabral (PSB) para o Governo de Pernambuco. Nas eleições de 2022, cerca de 60 candidatos do Progressistas vão concorrer a vagas na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados, entre eles, o candidato a deputado federal Lula da Fonte, filho do parlamentar.

Na última quinta (4), o Conselho Político da Frente Popular de Pernambuco se reuniu para apresentar o programa de governo da chapa liderada pelo pré-candidato a governador Danilo Cabral (PSB). Entre os conselheiros que participaram do encontro, chamou atenção a presença Eduardo da Fonte.

A decisão do PP de lançar um candidato ao Senado foi tomada após o presidente nacional da sigla, Cláudio Cajado, informar por nota, na última terça-feira (2), que o partido não fará coligação com o PT em nenhum estado do País. Ele também reafirmou o apoio do partido à candidatura do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em Pernambuco, a chapa majoritária da Frente Popular conta com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) como candidata ao Senado, e Luciana Santos (PCdoB) como candidata a vice. Além disso, Eduardo da Fonte sempre deixou claro seu posicionamento a favor da candidatura de Lula ao Palácio do Planalto.

Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes afirmou nesta sexta-feira (5), antes do início da convenção da Frente Popular, que não tinha conhecimento sobre o lançamento do candidato pelo PP e, por isso, preferia não comentar o tema.

Comentários

Últimas notícias