CONTESTAÇÃO

Rafael Ilha contesta versão sobre morte de Gugu Liberato: "Uma hora a Justiça chega"

Empresário afirma que ele e outras pessoas do mundo artístico sabem o que aconteceu de verdade

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 24/11/2021 às 11:12 | Atualizado em 24/11/2021 às 11:13
Foto: Reprodução/Internet
Gugu Liberato e Rafael Ilha eram próximos - FOTO: Foto: Reprodução/Internet
Leitura:

Convidado para participar do programa Na Real, com Bruno Di Simone, Rafael Ilha falou sobre a sua relação com o falecido apresentador Gugu Liberato. Nos anos 90, os dois ficaram bem próximos quando o empresário fez parte do grupo Polegar.

Na conversa, Ilha contestou a versão oficial dada sobre a morte do comunicador. Foi em novembro de 2019 que Gugu faleceu após sofrer uma queda ao tentar consertar o ar condicionado na sua casa, na Flórida, Estados Unidos.

"Gugu não troca a pilha nem do microfone. Ele não sabe. Quanto mais mexer num sistema de condicionamento de ar. Com certeza tem algo além. Pode ter sido uma fatalidade, independente da situação. Mas falar que o cara subiu? Não foi. Ali foi uma situação passional que houve", argumenta Rafael Ilha.

Senso comum 

O empresário afirma que tanto ele quanto outras pessoas do mundo artístico sabem o que aconteceu de fato com Gugu Liberato. "Eu fui um dos primeiros caras a saber o que aconteceu mesmo. Conheço algumas pessoas da família dele. Uma hora a justiça chega", declarou ainda.

Rafael Ilha ainda cita a suposta bissexualidade de Gugu Liberato, afirmando que também era de conhecimento geral a orientação do apresentador. "Todo mundo sabia do caso dele com o Thiago Salvático. A família dele sabia. Todo mundo sabia que o Gugu era bissexual enquanto era vivo. Todo mundo sabia".

Comentários

Últimas notícias