REFLEXÃO

Alok emociona ao publicar carta aberta sobre a morte de Marilia Mendonça

DJ fez uma série de reflexões e questionamentos sobre o que tem sentido

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 24/11/2021 às 12:03
Foto: Divulgação
'Quero ter vários filhos', comemorou o DJ goiano - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

Ainda abalado com a perda repentina da cantora Marilia Mendonça, o DJ Alok publicou, na manhã desta quarta-feira (24), uma carta aberta sobre o assunto. No relato, ele desabafa sobre algumas reflexões que vem tendo sobre a vida.

"Deste a partida precoce da Marília Mendonça entrei em um processo de muitos questionamentos com profunda tristeza e momentos de pânico. O mundo está muito veloz e não há tempo. Nem mesmo para o luto", inicia o artista.

Alok cita algumas "cobranças" que vem recebendo sobre divulgações, novos singles e data dos próximos shows. "Mas e se eu não tivesse me sentindo pronto? Não há tempo para questionamentos", disse.

"Eu estava me sentindo descolado da realidade e muito aéreo me trazendo gatilhos e mergulhando de ponta em uma crise de labirintite que já vinha me derrubando. Nunca tinha passado por isso e nem fazia ideia do quanto é desconfortável. Mesmo assim consegui sorrir para as câmeras nos compromissos e ainda levar alegria nos shows, mas logo sentia o peso dos meus pensamentos... Mas não compartilhava minhas dores, porque acredito que o mundo já tem dores demais", continuou.

Apoio

"Como eu quero ser um veículo de cura, preciso estar curado", citou ainda. Alok comenta que seus fãs e seu público pouco lhe conhecem e conhecem a sua história. Contudo, ele afirma que pretende mudar essa realidade. "Estou decidido, e quero me aproximar mais de vocês".

Ainda no texto, o DJ cita a esposa, Romana Novais, e os dois filhos: Ravi e Raika. "Tenho infinita gratidão a Deus pela vida, por meus filhos, família, amigos e cada um de vocês. (...) Estou perdoando muitas pessoas que me fizeram mal e também quero pedir perdão se algum dia fiz mal a alguém, mesmo que sem intenção. E quando perdoo, liberto o prisioneiro, que no caso sou eu".

Comentários

Últimas notícias