Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

MELANCOLIA

Rebaixado, Santa Cruz perde para o Tombense e amarga a lanterna da Série C

O Santa Cruz fez jogo para cumprir tabela na Série C e manteve baixo desempenho de toda temporada

Túlio Feitosa
Túlio Feitosa
Publicado em 19/09/2021 às 20:02
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
O Santa Cruz garantiu a lanterna da Série C do Campeonato Brasileiro - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Como se não bastasse o rebaixamento para a Série D de forma antecipada, o Santa Cruz se "garantiu" na lanterna da Série C do Campeonato Brasileiro após ser derrotado para o Tombense-MG na noite deste domingo (19), por 2x1. Em jogo que servia apenas para cumprir tabela, a Cobra Coral vinha bem na partida e chegou a abrir o placar com Pipico, de pênalti, mas sofreu o empate no primeiro tempo e a virada na metade da etapa final. Com 11 pontos conquistados na competição, o Tricolor não pode mais alcançar a Jacuipense na nona colocação (15 pontos).

O Santa Cruz vinha de uma derrota dentro de casa para o Altos-PI que, se tivesse sido o contrário, poderia ter mudado todo o contexto da partida diante do Tombense. Mas a postura da equipe mostrava bem o que valia o jogo deste domingo para o clube Tricolor. Agora sem pressão nenhuma, já que o pior foi alcançado na temporada, nem o técnico Roberto Fernandes estava tão fervoroso quanto costuma ser na área técnica.

Com os olhos voltados para 2022, a diretoria terá os jogos restantes da temporada para avaliar quem fica e quem sai para a próxima temporada e evitar repetir o que foi feito na atual. Em 2021, o Santa Cruz manteve apenas oito atletas da temporada passada e contratou 41 atletas no decorrer do ano. Entre esses, 21 não permaneceram no elenco presente na reta final dessa Série C. Manter o treinador Roberto Fernandes também é uma meta da diretoria, que viu outros três técnicos passarem pelo clube na temporada acumulando diversos resultados negativos. 

> Ex-jogador do Santa Cruz, Renatinho desabafa após provável rebaixamento para Série D: "Santinha, meu eterno amor"

Além da última rodada do Brasileirão, diante do Botafogo-PB no próximo sábado (25), no Estádio do Arruda, o Santa Cruz também tem no calendário a Pré-Copa do Nordeste, na segunda metade de outubro. A Cobra Coral terá que passar por duas fases classificatórias para conseguir uma vaga na etapa principal do Nordestão de 2022, além de um reforço financeiro que o clube não terá, em comparação à temporada atual. Isso porque nem para a Copa do Brasil o Santa Cruz conseguiu se classificar, além de ter cotas menores na Série D do Campeonato Brasileiro.

O Jogo

O Santa Cruz começou leve, mandando no jogo. Chegou com perigo no gol em três oportunidades ainda nos primeiros minutos da partida e o Tombense pouco respondeu. Jaílson se manteve em bom rendimento, enquanto Lelê e Pipico flutuavam no setor ofensivo. O lateral-direito Lucas Rodrigues também foi bastante acionado.

A equipe de Tombos-MG cresceu após os 15 minutos de jogo, com Everton finalizando uma bola que raspou a trave de Jordan. Mas o Santa Cruz atraiu os holofotes aos 32 minutos, quando Lelê recebeu uma boa bola na grande área e é derrubado por Eduardo Neto. Pênalti. Pipico foi para a cobrança e abriu o placar no Estádio Almeidão.

Jean Lucas por pouco não empata a partida logo em seguida, ao acertar uma bola no travessão. Mas a vantagem não durou muito tempo. Aos 38 minutos, o lateral do Tombense, Manoel, cobrou falta rasteira na entrada da grande área em direção ao gol. A bola desviou em Gilmar no meio do caminho, enganou o goleiro Coral e foi para o fundo das redes. 

Segundo Tempo

O Santa Cruz retornou melhor para o segundo tempo, mas não conseguiu converter nenhum lance em gol e acabou sofrendo um apagão na metade da etapa final. Melhor para o Tombense, que tinha o atacante Rubens correndo atrás de jogo.

Aos 22 minutos, David bateu cruzado e, depois de um desvio na pequena área, a bola sobrou nos pés de Rubens, que perdeu a oportunidade de virar o jogo. Mas o atacante ganhou uma segunda chance aos 24 minutos, quando recebeu outra bola na entrada da pequena área e foi travado pela defesa Coral, mas ele recuperou a bola, saiu da marcação e botou a bola para o fundo das redes, 2x1 Tombense.

Como em toda Série C, a reação do Santa Cruz foi ineficaz na partida. Roberto Fernandes colocou Levi no lugar de Vitinho para aumentar o poder de ataque da equipe, mas seguiu inofensivo. O Tombense ainda teve outras oportunidades nos minutos finais.

FICHA DO JOGO: TOMBENSE-MG 2 X 1 SANTA CRUZ

Tombense: Felipe; David, Moisés, Bruno Bispo e Manoel; Luiz Otávio, Jean Lucas e Eduardo Neto (Gustavo); Everton (Capa), Rubens e Jefferson Renan (Falcão). Técnico: Rafael Guanaes. Esquema: 4-3-3.

Santa Cruz: Jordan; Lucas Rodrigues, William Alves, Rafael Castro e Gilmar; Maycon Lucas, Vitinho (Levi), Tarcísio (João Cardoso) e Jaílson; Lelê e Pipico (Wallace Pernambucano). Técnico: Roberto Fernandes. Esquema: 4-4-2.

Local: Estádio Antônio de Guimarães Almeida, Tombos-MG.

Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS).

Assistentes: Leandro dos Santos Ruberdo e Marcos dos Santos Brito (ambos do MS).

Gols: Manoel, aos 38 do 1º tempo, Rubens, aos 24 do 2º tempo (T); Pipico, de pênalti, aos 33 do 1º tempo (S).

Cartões Amarelos: Eduardo Neto, David, Everton Galdino, Felipe (T); Vitinho, Jaílson, Levi, William Alves (S).

Cartões Vermelhos: Falcão (T); Levi (S).

Comentários

Últimas notícias