Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Dívidas

Sport quer destinar parte do faturamento ao pagamento de dívidas na CNRD; entenda

Para evitar sanções da CBF, Sport visa regularizar débitos trabalhistas

Vinícius Barros
Vinícius Barros
Publicado em 21/09/2021 às 15:22
ANDERSON STEVENS/SPORT
Leonardo Lopes, presidente do Sport - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Desde que assumiu a presidência do Sport, Leonardo Lopes tem enfrentado a tarefa de lidar com o problemas das dívidas do clube. E um dos débitos que mais preocupa a torcida rubro-negra é o da Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), órgão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) responsável por mediar e desfazer conflitos entre entes do futebol nacional, acelerando decisões e auxiliando o Poder Judiciário Brasileiro.

Em entrevista ao Fórum Esportivo da Rádio Jornal nessa segunda (20), o presidente do Sport detalhou como o clube projeta fazer os pagamentos a CNRD, que, dentre outras sanções, pode até vetar o registro de novos jogadores, como ocorrido com o Leão no início do ano.

"A gente vem conversando com os setores da CNRD para tentar fazer algo similar ao que é feito aqui na Justiça do Trabalho, de deslocar um percentual do faturamento do clube ao pagamento de dívidas. Do contrário, seria uma asfixia financeira para o Sport, que já vive em situação delicada", disse Leonardo Lopes.

Mais dívidas

Além das contas em aberto na CNRD, que giram em torno de R$ 20 milhões, o presidente do Leão falou de outros débitos do clube. "Todas as dívidas serão detalhadas no balanço trimestral que será encaminhado ao Conselho Fiscal do Sport. Mas existem as dívidas do cotidiano do clube, com fornecedores, funcionários... É um trabalho de formiga, de todos darem as mãos para aos poucos voltarmos a ter paz".


Em relação ao elenco rubro-negro, um acordo foi realizado com os jogadores no mês passado. No acerto, ficou definido que 70% dos salários seriam pagos em dia e 30% ao final da temporada deste ano.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias