Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

presidência

Joaquim Bezerra não renuncia, mas pede afastamento de um mês do Santa Cruz

Presidente do Santa Cruz concedeu entrevista exclusiva à Rádio Jornal

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 21/10/2021 às 11:15
Notícia
FELIPE RIBEIRO/ JC IMAGEM
Presidente Joaquim Bezerra tem sido bastante criticado no comando do Santa Cruz - FOTO: FELIPE RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

Apesar de todas as especulações, Joaquim Bezerra não irá renunciar à presidência do Santa Cruz. A informação foi confirmada por ele mesmo com exclusividade à Rádio Jornal. Em nota oficial no site do clube foi informado, porém, que Joaquim se afastará das funções por 30 dias. O presidente do Conselho Deliberativo, Marino Abreu, passa a ser o substituto legal.

Na entrevista, o presidente informou que decidiu anunciar um CEO, um profissional que deve ficar responsável pela área administrativa do clube. O nome escolhido para ocupar esse novo cargo é Abdias Venceslau.

"Estou tirando esse licenciamento para que o Abdias possa assumir o clube e não haver uma interferência minha. Tendo o presidente e o CEO, as pessoas procurariam o presidente e não o CEO para resolver os problemas. Então, estou me afastando para que ele possa assumir o clube com toda tranquilidade e respaldo", disse Joaquim Bezerra à Ralph de Carvalho.

Questionado sobre os motivos de não renunciar, apesar de pressões internas e da própria torcida, o presidente justificou o seu ponto de vista.

"Eu só teria a possibilidade de chamar uma nova eleição para o Santa Cruz se houvesse um nome de consenso entre sócios, conselheiros e torcedores. Isso não existe. É uma utopia dentro do Santa Cruz. O que temos que fazer é continuar trabalhando com seriedade, implantando governança coorporativa dentro do clube e profissionalismo", afirmou Joaquim.

PIOR ANO DA HISTÓRIA

O ano de 2021 ficará marcado na história do Santa Cruz como a pior temporada da história do clube. Com 40 partidas disputadas, os tricolores tiveram aproveitamento de apenas 27,5%. No âmbito regional, o Santa Cruz caiu nas semifinais do Campeonato Pernambucano e não passou da fase classificatória da Copa do Nordeste, sendo lanterna do seu grupo. 

Quando partimos para as competições nacionais, o cenário também é decepcionante. Os pernambucanos caíram na segunda fase da Copa do Brasil para o Cianorte. A maior decepção, no entanto, veio no Campeonato Brasileiro, quando os tricolores foram lanternas do certame, caindo pela segunda vez nos seus 107 anos para a Série D, a divisão mais baixa do País.

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

Comentários

Últimas notícias