Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Libertadores

Final da Libertadores esquenta mercado de maconha no Uruguai; entenda

A final da Libertadores será neste sábado (27), às 17h, entre Palmeiras x Flamengo.

Manuel Dias
Manuel Dias
Publicado em 26/11/2021 às 13:25
PIXABAY
Turistas, que vão para a final da Libertadores, estão procurando maconha para consumo no Uruguai. - FOTO: PIXABAY
Leitura:

A grande final da Libertadores está cada vez mais perto, entre Palmeiras x Flamengo, neste sábado, às 17h, no Uruguai. A partida, que terá transmissão do SBT/TV Jornal, promete bastante emoção por ser um clássico brasileiro de muita qualidade. Antes do duelo, torcedores estão em Montevidéu conhecendo a cidade e procurando algo para se ''divertir''.

O proprietário de uma loja uruguaia de artigos relacionados à cultura canábica, Lucas Lopes, falou com o UOL Esportes e afirmou que são muitos brasileiros entrando no estabelecimento e procurando a maconha, para consumo próprio - já que no Brasil é proibido.

> Quem quer dinheiro? Veja quanto Flamengo e Palmeiras podem faturar com título da Libertadores

> Ídolo do Palmeiras destaca jogador fundamental do Flamengo para a final da Libertadores

O país permitiu a legalização da maconha, desde 2013, entrando para a história por ser o único país da América do Sul a autorizar a comercialização, de acordo com a lei. Diante disso, palmeirenses e rubro-negros procuram a erva para consumir, mas acabam esbarrando em outra regulamentação uruguaia.

Turistas, se acalmem!

A lei, que foi permitida em 2013 no Uruguai, autoriza a comercialização e consumo pelas farmácias, com frações proporcionadas para cada usuário cadastrado em um programa do governo. Além disso, a planta é tratada e cultivada por empresas que estão cadastradas.

> Tem razão? Ronaldo alfineta Gabigol e dá palpite para a final da Libertadores

Também foi permitido o cultivo doméstico em quantidade limitada por pessoa, mas o que não está previsto é a utilização de turistas que chegam no país procurando aventuras. Porém, não é difícil adquirir a planta, já que é só entrar em contato com alguém cadastrado no programa para conseguir o produto.

Além disso, as autoridades não podem reprimir as pessoas que estiverem utilizando a cannabis de forma correta. 

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Comentários

Últimas notícias