COVID-19

Morre um paciente diagnosticado com o novo coronavírus no Brasil

Paciente de 69 anos estava internado no Hospítal Icaraí, em Niterói

Thalis Araújo
Cadastrado por
Thalis Araújo
Publicado em 17/03/2020 às 22:30 | Atualizado em 17/03/2020 às 23:03
CARL DE SOUZA / AFP
Quatro mortes estão sob investigação para saber se o contágio pelo novo coronavírus foi a causa - FOTO: CARL DE SOUZA / AFP
Leitura:

Com informações do O Globo

Um idoso de 69 anos, que havia positivado para o novo coronavírus morreu, na noite desta terça-feira (17). O paciente estava internado no Hospital Icaraí, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Até o momento, há apenas uma morte causada pela covid-19 que foi confirmada pelo Ministério da Saúde. As causas da morte deste paciente, de acordo com o boletim médico emitido pela unidade de saúde, são choque séptico e preumonia.

>> Governo Federal vai pedir ao Congresso o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública, por conta do novo coronavírus

>> França registra 27 mortos por coronavírus nas últimas 24 horas

>> Pernambuco tem primeiro caso de transmissão comunitária de coronavírus

>> Aeroporto de Fernando de Noronha será fechado para turistas após caso suspeito na ilha

História epidemiológica

Ainda de acordo com o Hospital Icaraí, o idoso "possuía história epidemiológica para a covid-19 (o enteado, que não foi atendido pelo Hospital Icaraí, veio de Nova Iorque, EUA, com teste positivo". O quadro teve início no último dia 11 de março. "O paciente, além da idade, possuía comorbidades que o colocaram no grupo de risco", explicou o hospital.

O paciente, ainda segundo informações da unidade hospitalar, teve "insuficiência respiratória aguda". Desta forma, ele precisou respirar com a ajuda de aparelhos.

"O Hospital Icaraí segue todos os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde e Vigilância Sanitária", concluiu o comunicado.

Primeira morte por coronavírus no Brasil

Mais cedo, foi confirmada, em São Paulo, a primeira morte pelo novo coronavírus no Brasil. Um homem, de 62 anos, sem histórico de viagens. Ele possuía histórico de diabetes e hipertensão. Como era idoso, estava no grupo de risco. Segundo o secretário de Saúde de São Paulo, José Henrique Germann, e o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip, a vítima começou a apresentar sintomas no dia 10 de março, foi internada na UTI no 14 e morreu nessa segunda-feira (16).

Quatro mortes sendo investigadas

Em entrevista coletiva, na tarde desta terça (17), Uip informou também que outras quatro mortes na cidade de São Paulo também estão sob investigação. Segundo o coordenador, a população não precisa entrar em pânico por conta das mortes que estão sendo investigadas.

Este óbito e outros virão, [as mortes] não devem causar pânico na população
Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

>>Teste para novo coronavírus será coberto por planos de saúde, diz Ministério

>> Saiba quais são seus direitos no caso de cancelamento de viagens devido ao Coronavírus

>> Hospital Oswaldo Cruz terá 120 novas vagas para tratar do coronavírus

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Veja o mapa que mostra como o novo coronavírus tem se espalhado pelo mundo

OMS declara pandemia de novo coronavírus

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nessa quarta-feira (11) que a epidemia de Covid-19, que infectou mais de 110.000 pessoas em todo mundo desde o final de dezembro, pode ser considerada uma "pandemia", mas que pode ser "controlada".

"Estamos profundamente preocupados com os níveis alarmantes de propagação e de gravidade, bem como com os níveis alarmantes de inação" no mundo, declarou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva em Genebra.

"Consideramos, então, que a Covid-19 pode ser caracterizada como uma pandemia", afirmou.

Citação

Este óbito e outros virão, [as mortes] não devem causar pânico na população

Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip

Comentários

Últimas notícias