BALANÇO DA PANDEMIA

Coronavírus no Brasil: mais de 90 mil vidas perdidas

País registrou 1.595 mortes nas últimas 24 horas

Thalis Araújo
Cadastrado por
Thalis Araújo
Publicado em 29/07/2020 às 19:42 | Atualizado em 29/07/2020 às 19:54
NELSON ALMEIDA/AFP
Assunto mais relevante para o Google em 2020, o coronavírus levou 192 mil brasileiros até o dia 30 de dezembro - FOTO: NELSON ALMEIDA/AFP
Leitura:

O novo coronavírus ultrapassou mais uma marca histórica no Brasil, nesta quarta-feira (29). Já são mais de 90 mil vidas ceifadas pela pandemia. De acordo com os dados reportados pelo Ministério da Saúde, o País registrou 1.595 mortes nas últimas 24 horas. Agora, são 90.134 óbitos causados pela covid-19. Também foram contabilizados novos 69.074 casos, fazendo com que o Brasil tenha 2.552.265 registros de contágios pelo novo vírus.

>> Curva de casos confirmados de coronavírus volta a subir no Brasil

>> Após alta de 83,3% no contágio por coronavírus, Governo suspende visitas em penitenciárias federais

>> Rússia quer produzir vacinas contra covid-19 em até um mês

>> Primeiro lote da vacina de Oxford contra coronavírus deve chegar em dezembro no Brasil

Casos recuperados e sob acompanhamento

A quantidade de casos recuperados do coronavírus alcançou a marca dos 70% dos contaminados, que equivale a 1.787.419 pessoas. Ainda estão sob acompanhamento médico outros 675.712 casos, ou seja, 26,5% dos casos confirmados.

Pandemia em Pernambuco

Em Pernambuco, o 10º Estado brasileiro mais afetado pela pandemia, já foram confirmados 91.536 casos de contaminação pela covid-19. O Estado acumula 6.484 óbitos.

Posição Estado Casos confirmados Óbitos
São Paulo 514.197 22.389
Ceará 169.072 7.643
Rio de Janeiro 161.647 13.198
Bahia 157.334 3.321
Pará 151.849 5.694
Minas Gerais 119.394 2.608
Maranhão 117.694 2.978
Distrito Federal 102.342 1.419
Amazonas 99.093 3.246
10º Pernambuco 91.536 6.484

Tudo sobre a covid-19

» Saiba tudo sobre o novo coronavírus

» Estou com sintomas de coronavírus. O que fazer?

» Especialistas alertam sobre sintomas menos comuns do coronavírus

» Veja o que se sabe sobre a cloroquina e a hidroxicloroquina no combate ao coronavírus

» Veja locais do Recife que atendem pessoas com sintomas leves do novo coronavírus

» Vacina brasileira para o coronavírus entra em fase de testes em animais

» OMS esclarece que assintomáticos transmitem coronavírus: 'Questão é saber quanto'

Assine a nova newsletter do JC e fique bem informado sobre o coronavírus

Todos os dias, de domingo a domingo, sempre às 20h, o Jornal do Commercio divulga uma nova newsletter diretamente para o seu email sobre os assuntos mais atualizados do coronavírus em Pernambuco, no Brasil e no mundo. E como faço para receber? É simples. Os interessados podem assinar esta e outras newsletters através do link jc.com.br/newsletter ou no box localizado no final das matérias.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

Comentários

Últimas notícias