PRAIAS

Veja locais em Pernambuco onde foram achadas manchas de petróleo cru

As manchas foram vistas no início de setembro

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 26/09/2019 às 18:58
Notícia
Foto: Reprodução/TV Jornal
As manchas foram vistas no início de setembro - FOTO: Foto: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

No início de setembro, manchas de uma substância oleosa foram vistas em várias praias de Pernambuco. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) identificou 16 localidades no Estado em que as manchas foram vistas e, informou nessa quarta-feira (25), que tratam-se de petróleo cru. 

Além de Pernambuco, as manchas foram vistas em outros Estados do Nordeste. A lista completa pode ser conferida clicando aqui.

Saiba onde foi encontrado em Pernambuco

Boa Viagem - Recife

Praia Del Chifre - Olinda

Candeias - Jaboatão dos Guararapes

Piedade - Jaboatão dos Guararapes

Praias de Gamboa - Ipojuca

Praia de Nossa Senhora do Ó - Ipojuca

Porto de Galinhas - Ipojuca

Pau Amarelo - Paulista

Conceição - Paulista

Carneiros - Tamandaré

Tamandaré - Tamandaré

Ilha Cocaia - Cabo de Santo Agostinho

Praia do Paiva - Cabo de Santo Agostinho

Praia do Forte Orange - Ilha de Itamaracá

Catuama - Goiana

Ponta de Pedras - Goiana

O JC entrou em contato com o Departamento de Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), via assessoria de comunicação, para entender os impactos das manchas de petróleo. No entanto, foi informado que as explicações só poderão ser dadas nesta sexta-feira (27). 

Petróleo cru

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou que as manchas de óleo que apareceram no litoral do Nordeste, incluindo Pernambuco, no início de setembro são, na verdade, petróleo cru. Segundo o órgão, o óleo encontrado nas praias não é produzido pelo Brasil, mas a sua origem ainda não foi identificada. 

Foram atingidas 16 praias em Pernambuco, 41 no Rio Grande do Norte, 16 na Paraíba, 2 no Piauí, 5 no Ceará, 4 em Sergipe, 10 no Maranhão e 8 em Alagoas. Até o momento, não há registro na Bahia. O petróleo foi encontrado em nove tartarugas, sendo seis delas acabaram mortas, duas delas em Pernambuco. Uma ave também foi atingida.

Segundo o Ibama, não há evidências de contaminação de peixes e crustáceos, mas a avaliação da qualidade do pescado capturado nas áreas afetadas para fins de consumo humano é competência do órgão de vigilância sanitária.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias