INDAIÁ

Consumidor é motor de inovação

A Indaiá está presente e m 13 estados e no DF. Além da água mineral, a empresa produz suco e refrigerante

JC Online
JC Online
Publicado em 01/08/2019 às 8:00
Divulgação
A Indaiá está presente e m 13 estados e no DF. Além da água mineral, a empresa produz suco e refrigerante - FOTO: Divulgação
Leitura:

A boa alimentação é um dos fatores fundamentais para uma vida cheia de saúde - mas não podemos deixar de lado a importância da hidratação, tão necessária quanto. Na hora de escolher a água mineral, o consumidor pernambucano tem um nome na cabeça: Indaiá. “Nosso cliente está cada vez mais ciente de suas escolhas e mais criterioso com a qualidade dos produtos que leva para casa”, conta Camila Coutinho, gerente nacional de marketing da Minalba Brasil, divisão de alimentos e bebidas do Grupo Edson Queiroz, responsável pela marca Indaiá - a mais lembrada da categoria no JC Recall de Marcas 2019.

“Para nós que fazemos a Indaiá, nos enche de orgulho sermos a marca de água mineral natural mais lembrada pelos pernambucanos. Isso nos energiza para seguirmos nesse caminho, levando não apenas produtos de qualidade, mas também o propósito de nutrir o apetite dos brasileiros e de transformar seus mundos”, continua Camila.

Ela acredita que o sucesso da marca está em inovar ao investir em tecnologia de ponta somada à construção de uma relação mais próxima com o pernambucano. “Conquistar a confiança das pessoas, para que elas sempre pensem na Indaiá é a nossa principal motivação. Hoje, nós queremos criar uma relação dos nossos produtos com os bons momentos da vida”, ressalta a gerente. Além de água mineral, a marca também produz o suco Citrus e o refrigerante Refri, submarcas da marca estratégica Indaiá.

A Indaiá está presente em 13 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Sempre atenta aos movimentos de mercado, a marca Indaiá foca nas melhores estratégias para os consumidores. “A principal e grande novidade é o rebranding das marcas que compõem a Minalba Brasil, entre elas a Indaiá”, explica a gerente nacional. “Essa mudança vem fundamentada no consumidor, que é a nossa razão de existir. Redesenhamos a estratégia do negócio com posicionamentos que conectam pessoas, marcas e resultados ”, ressalta Camila.

Esse trabalho foi iniciado em 2016 com um estudo aprofundado, que culminou em transformações tanto na forma de se comunicar com o consumidor quanto na embalagem. “O posicionamento adotado conversa com essa sede por desafios e transformações. Além disso, contamos com parceiros de renome no mercado nacional e mudamos o conceito da marca, com novos rótulos e uma nova forma de se comunicar com o público. E o resultado é esse reconhecimento entre os pernambucanos. Queremos continuar estreitando ainda mais essa relação”, conclui Camila Coutinho.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias