Nordestão

Bahia e Ceará largam na frente em busca da Copa do Nordeste 2019

Os tricolores e alvinegros são os favoritos pelo título da Copa do Nordeste 2019

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 12/01/2019 às 13:47
Foto: Felipe Oliveira/Bahia
Os tricolores e alvinegros são os favoritos pelo título da Copa do Nordeste 2019 - FOTO: Foto: Felipe Oliveira/Bahia
Leitura:

Os tradicionais Bahia e Ceará são os grandes favoritos ao título da Copa do Nordeste 2019. Com presença garantida mais uma temporada na Série A do Campeonato Brasileiro, conseguiram manter uma base da equipe e estão no mercado em busca de reforços pontuais. Em um patamar abaixo, está o Fortaleza, campeão da Série B do Brasileiro do ano passado. Rebaixado para a Segunda Divisão, o Vitória merece respeito, pois é o maior campeão do torneio. Os outros 12 times esperam surpreender, como fez o Sampaio Corrêa em 2018. Alguns com mais condições, como o CSA, outro integrante da elite nacional, mas que tem feito apostas duvidosas na montagem do elenco, e a dupla Santa Cruz e Náutico.

Mesmo tendo perdido três jogadores importantes do ano passado - os meias Zé Rafael e Vinícius, e o atacante Edgar Júnio -, o tricolor baiano conseguiu manter o restante do time e, por isso, realizou poucas contratações: o lateral-direito Matheus Silva, os meias Guilherme (ex-Athletico-PR) e Shaylon (ex-São Paulo), e os atacantes Artur, Rogério (ex-Sport) e Iago. Ainda tem negociação bem encaminhada com o meia Jean Mota, do Santos.

VEJA A TABELA DA COPA DO NORDESTE

Já o Ceará, de Lisca Doido, perdeu o principal jogador: o atacante Arthur Cabral (Palmeiras). Porém, manteve a maior parte do elenco e trouxe poucos reforços. Nomes sem “grife” como os meias Felipe Baxola e Chico e os jovens atacantes Matheus Matias e Victor Feijão.

GUIA DA COPA DO NORDESTE NA RÁDIO JORNAL

NA BRIGA

Correndo por fora estão Fortaleza e Vitória. No segundo ano com técnico Rogério Ceni, os cearenses não irão contar com os destaques da temporada passada: o meia-atacante Marcinho e o atacante Gustavo, o Gustagol. Nos reforços, tem apostado em atletas sem expressão no mercado. O mais “famoso” é o meia Madson, ex-Santos e Vasco. Os baianos estão com o pé no freio no mercado: quatro. Entre eles, o meia Andrigo, que estava no Sport.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias