Márcio Goiano

Técnico do Náutico revela uma dúvida no time para enfrentar o Sport

Volante Maylson pode começar jogando o clássico

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 12/04/2019 às 17:19
Notícia
Alexandre Gondim/JC Imagem
Volante Maylson pode começar jogando o clássico - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O treinador Márcio Goiano revelou que tem basicamente uma dúvida na escalação do Náutico para a final do Campeonato Pernambucano, contra o Sport, neste domingo (14), às 16h, nos Aflitos. Ausentes do time titular, o volante Maylson e os atacantes Wallace Pernambucano e Robinho, ganharam elogios do comandante alvirrubro e são opções para o confronto.

"Eu praticamente tenho em mente a equipe do Sport, Guto vem repetindo a equipe, então a gente acredita que o adversário não vai ter mudança. Isso cria uma situação na minha cabeça, eu posso espelhar o time na forma que ele também vem jogando, em relação a isso, seria uma posição a dúvida que eu tenho com relação a equipe que vai iniciar o jogo", comentou o técnico alvirrubro.

Em relação a desfalques, o time alvirrubro só não vai poder contar com o zagueiro Suéliton, que ainda se recupera de um edema ósseo no joelho. O  atacante Robinho e o volante Jiménez, que estiveram ausentes do último jogo contra o Ceará, pela Copa do Nordeste, voltaram a trabalhar normalmente e estão confirmados para o jogo. A dupla, no entanto, deve começar no banco de reservas.

"A gente tem algumas opções, hoje nós temos o Wallace (Pernambucano), que vem entrando e vem mudando até mesmo a estrutura tática de jogo, Maylson, um jogador que não vinha tendo muitas oportunidades, o Robinho que trabalhou pouco, ficou um tempo parado, mas pode vim nos ajudar. Nós chegamos em um momento decisivo e jogadores importantes estão a disposição, isso é importante, saber que tem jogadores no banco que podem decidir, um elenco que tem condições", destacou.

PROVÁVEL TIME

Dessa maneira, de acordo com as declaração do técnico Márcio Goiano, o provável time do Náutico para enfrentar o Sport deve ser formado com: Bruno; Hereda, Diego Silva, Camutanga e Assis; Josa, Luiz Henrique e Danilo Pires (Maylson); Jorge Henrique, Thiago e Odilávio. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias