Alvirrubro

Dirigente do Náutico afirma que Maylson deve ser inscrito na Série C

Volante segue sem atuar desde o dia 14 de abril, no primeiro duelo da final do Campeonato Pernambucano, diante do Sport

klisman
klisman
Publicado em 01/08/2019 às 14:28
Notícia
Foto: Léo Lemos/Náutico
Volante segue sem atuar desde o dia 14 de abril, no primeiro duelo da final do Campeonato Pernambucano, diante do Sport - FOTO: Foto: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Com o prazo de inscrições para a Série C se encerrando nesta sexta-feira (2), o Náutico só possui uma vaga a ser preenchida. Ela ficou guardada e deve ser preenchida pelo volante Maylson. Sem jogar desde 14 de abril, na primeira partida da final do Campeonato Pernambucano, quando sofreu lesão muscular, ele segue o processo de recuperação para voltar a ficar à disposição. A direção alvirrubra se mostra tranquila e confiante com o retorno do meio-campista, que disputou 13 jogos neste ano e marcou dois gols.

"Não vamos ter nenhuma surpresa. O Maylson deve ser inscrito sim, ele deve ser entregue ao departamento físico e iniciando a transição na segunda-feira. Teve todo um trabalho do departamento médico, fisioterapia. Foi, de fato, um trabalho muito intenso pela vontade do jogador, pela recuperação que vem demonstrando e também pela segurança que a gente tem pelo elenco que a gente tem. A gente não vai buscar nenhuma surpresa, a tendência é realmente que Maylson seja inscrito", afirmou o vice-presidente de futebol do Náutico, Diógenes Braga, em entrevista à Rádio Jornal.

Com 30 anos e rodagem por vários clubes tradicionais do Brasil, Maylson está na sua segunda passagem pelo Náutico. Anteriormente, defendeu a equipe em 2016 e 2017, e desde aquela época, sofre com as constantes lesões musculares. Jogador importante para o elenco, tanto dentro, quanto fora de campo, o experiente meio-campista ainda não disputou uma partida nesta Série C. Mesmo assim, sua contribuição foi destacada pela direção, que não põe expectativas de que ele já atue uma partida por completo. Mas que, no pouco tempo que puder jogar, será um diferencial para o Alvirrubro.

"Vamos aproveitar, claro. O Maylson foi um jogador que em todas as vezes que esteve em campo foi decisivo. O jogo contra o Sergipe, entrou e fez o gol, contra o Ceará foi decisivo no segundo tempo. Ele é um jogador que todas as vezes em que esteve em campo fez a diferença. É um jogador que pode nos ajudar muito. Pelo fato dele ter passado três meses sem jogar, pode ser que a gente não crie a expectativa dele jogar por 90 minutos. Mas se ele jogar, mesmo que meio tempo, 45 minutos, 30 minutos, ele pode perfeitamente decidir um jogo. Numa reta final dessa, onde os jogos são pegados, detalhes dão a vitória, ele pode nos ajudar muito", encerrou Diógenes Braga.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias