RECORDE

Queniano é a primeira pessoa a completar uma maratona em menos de 2 horas

'Deixar uma marca na história era meu objetivo. Sou um homem muito feliz. Não há limites para o homem', disse o atleta

Marcelo Aprigio
Marcelo Aprigio
Publicado em 12/10/2019 às 11:19
Notícia
Foto: HERBERT NEUBAUER / APA / AFP
'Deixar uma marca na história era meu objetivo. Sou um homem muito feliz. Não há limites para o homem', disse o atleta - FOTO: Foto: HERBERT NEUBAUER / APA / AFP
Leitura:

O prodígio Eliud Kipchoge se tornou a primeira pessoa a baixar a barreira das duas horas em uma maratona, neste sábado (12), em Viena, em uma corrida não oficial feita sob medida para permitir este feito.

Acompanhado por um exército vestido de preto até os últimos 500 metros, o campeão olímpico queniano de 34 anos completou seu trajeto em 1 hora 59 minutos 40 segundos, quase dois minutos a menos do que seu recorde mundial (2 h 01 min 39 seg), fixado em condições homologadas em Berlim no ano passado.

Na capital austríaca, Kipchoge, com uma camiseta branca, começou o desafio às 8h15 locais (3h15 em Brasília) e percorreu algo em torno de quatro vezes um circuito plano de 9,9 quilômetros.

"Deixar uma marca na história era meu objetivo. Sou um homem muito feliz. Não há limites para o homem", declarou o atleta após completar a façanha, que comparou a "caminhar na Lua" pela primeira vez.

Realizado na antiga reserva de caça do Prater, no centro de Viena, também foi criticado por ser um evento mais midiático e comercial do que esportivo.

Recorde não será considerado

Apesar de ser a maratona mais rápida já registrada, o tempo de Kipchoge não será considerado um recorde mundial oficial, porque a corrida não ocorreu em um evento aberto.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias