SANTA CRUZ

Sem Pipico, Elias vira 'homem-gol' no Santa Cruz

Jogador soma dois gols na temporada e larga como um dos artilheiros do time

Diego Borges
Diego Borges
Publicado em 27/01/2019 às 15:00
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Jogador soma dois gols na temporada e larga como um dos artilheiros do time - FOTO: Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Leitura:

Foram seis gols em apenas dois meses vestindo a camisa do Santa Cruz em 2018. Suficientes para o centroavante Pipico se tornar ídolo e a grande esperança da torcida coral quando o assunto é balançar as redes. Recuperando-se de lesão muscular na coxa esquerda, o atacante ainda não fez a sua estreia nesta temporada e faz falta à equipe. Porém, em quesito de gols, a camisa nove tricolor reencontrou o caminho das redes pelos pés do jovem Elias, que assumiu a tarefa de referência ofensiva contra o Bahia e marcou um belo gol, seu segundo no ano - e na carreira profissional.

O centroavante Neto Costa, os atacantes Augusto e Jô foram testados nos três primeiros jogos, mas não corresponderam. Os meias Allan Dias e Luiz Felipe também foram utilizados, modificando as características da função. Mas o garoto de 19 anos, agora artilheiro da equipe no ano ao lado do zagueiro Vitão, teve o melhor desempenho. Contra o Bahia, no último sábado, Elias foi a peça mais atuante no setor ofensivo. O gol marcado, inclusive, fez jus à boa avaliação do treinador Leston Júnior, apesar da derrota.

“É um jovem com potencial que precisa ser lapidado e estimulado. Ele tem se dedicado e está muito aberto a aprender, por isso vem crescendo e ganhando oportunidades”, ressalta o treinador, que reitera a necessidade de evolução do atleta. “Tomara que continue assim, porque tem um grande potencial, mas precisa melhorar em determinados aspectos.”

MAIS UMA OPORTUNIDADE

Contra o Afogados da Ingazeira, na próxima terça-feira, pelo Campeonato Pernambucano, Pipico deve ser novamente poupado do jogo. Precaução para que o atleta só seja utilizado quando atingir o ideal de sua forma física. “O Pipico está clinicamente recuperado e entrou num processo de transição, de recondicionamento. Foram quinze dias parado e corre o risco de jogar com a musculatura possivelmente fragilizada”, afirma o treinador.

Mais uma oportunidade para o ponteiro esquerdo Elias se firmar em mais uma função na equipe e ganhar ainda mais prestígio com treinador e torcida. "Estou aqui para ajudar o Santa Cruz", comenta o jovem, sobre a possibilidade de seguir na função de centroavante.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias