Leão

Sport consegue converter punição e Juninho está liberado para clássico

O Sport estreia em 2020 diante do Náutico no próximo domingo pelo Estadual

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 16/01/2020 às 19:47
Notícia
Foto: Anderson Stevens/Sport
O Sport estreia em 2020 diante do Náutico no próximo domingo pelo Estadual - FOTO: Foto: Anderson Stevens/Sport
Leitura:

O atacante Juninho está liberado para enfrentar o Náutico, neste domingo, pelo Estadual, na estreia em 2020. Ele tinha sido punido pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com um jogo de suspensão por conta de uma confusão com o repórter Victor Pereira, da CBN Recife. Porém, o Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE) converteu a pena, nesta quinta-feira, em uma multa de R$ 2 mil para ser paga a um instituição filantrópica cadastrada na entidade. O fato aconteceu depois do clássico entre Sport e Santa Cruz, no Arruda, em partida válida pelo Pernambucano do ano passado.

O caso não esteve na súmula da partida, mas um procurador do TJD-PE denunciou o atacante do Sport. No órgão estadual, ele foi absolvido em todas as instancias. Mas o membro do Tribunal entrou com um recurso no STJD e Juninho recebeu a punição de um jogo. Pena essa revertida pela instituição estadual após pedido do Leão.

Vale lembrar que o técnico Guto Ferreira deve ter várias dores de cabeça para escalar o Sport no Clássico dos Clássicos. Isso porque o Leão está proibido de regularizar os jogadores por conta do veto da Câmara Nacional de Resolução e Disputa (CNRD), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

ESCALAÇÃO

No total, o elenco rubro-negro conta 36 atletas. Desses, entre pratas da casa e remanescentes com contratos longos, 21 estão disponíveis para a partida. A provável formação do Sport é Mailson (Luan Polli); Ewerthon, Adryelson, Chico e Sander; Willian Farias, Marcão (Ronaldo) e Pardal; Pedro Maranhão, Juninho e Elton.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias