OPERAÇÃO TURBULÊNCIA

Corpo de Paulo Morato é enterrado em Barreiros

O empresário foi sepultado na tarde desse domingo (3), no cemitério municipal, após a esposa ter assinado o livro de liberação do corpo, no IML

JC Online
JC Online
Publicado em 04/07/2016 às 9:54
Foto: Cortesia
O empresário foi sepultado na tarde desse domingo (3), no cemitério municipal, após a esposa ter assinado o livro de liberação do corpo, no IML - FOTO: Foto: Cortesia
Leitura:

Após o mistério envolvendo a liberação do corpo, que estava no Instituto de Medicina Legal (IML) há 12 dias, o empresário Paulo César Morato foi sepultado no Cemitério Municipal São Miguel, na cidade de Barreiros, Zona da Mata Sul do Estado, na tarde desse domingo (3), de forma discreta. De acordo com a Prefeitura da cidade, ele foi enterrado no túmulo da família.

No final de semana, a esposa do empresário, que era foragido da Polícia Federal após a Operação Turbulência, esteve no IML para assinar o livro de liberação do corpo. Um grupo de 15 a 20 pessoas, entre parentes e amigos, participou do enterro, que ocorreu por volta das 15h30 do domingo, embora a cerimônia fúnebre estivesse prevista para ocorrer no sábado.

MORTE - O empresário Paulo Cesar de Barros Morato foi encontrado morto no Motel Tititi, no bairro de Sapucaia, em Olinda, no dia 22 de junho. Ele é citado na Operação Turbulência como proprietário de uma empresa fantasma de locação e terraplenagem chamada Câmara & Vasconcelos.

O esquema de lavagem de dinheiro que movimentou cerca de R$ 600 milhões, do qual a PF suspeita que Paulo Morato fizesse parte, pode ter irrigado campanhas eleitorais do ex-governador Eduardo Campos (PSB). O socialista morreu em acidente aéreo durante a campanha presidência de 2014. O jatinho no qual viajava pode ter sido adquirido através do esquema de lavagem de dinheiro, também de acordo com o inquérito. Outros quatro empresários estão presos.

certidao-obito

Certidão de óbito de Paulo César Morato

Últimas notícias