COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Vai ter aula nas escolas de Pernambuco durante o Carnaval?

Donos de escolas privadas e professores estão negociando se as unidades de ensino vão abrir nos dias de Reinado de Momo

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 02/02/2021 às 15:30
Notícia

BRENDA ALCÂNTARA/ACERVO JC IMAGEM
ENSINO Rede privada começou o ano letivo nesta semana, com o desafio das aulas híbridas, ou seja, parte presencial e parte online - FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Donos de escolas privadas e professores de Pernambuco estão negociando para decidir se os colégios particulares vão abrir durante o Carnaval. Não há ainda definição se haverá ou não aulas nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro, datas em que haveria o Reinado de Momo se não tivesse sido suspenso, no Estado, pelo governo de Pernambuco. 


"Na nossa assembleia, 97% dos donos de escola votaram pela abertura das escolas durante o Carnaval. Estamos ainda num período de contingência, um momento de excepcionalidade clara por causa da pandemia. Além disso, os feriados deixaram de existir. Por isso é importante que as escolas funcionem. Mas estamos negociando com o sindicato dos professores", explica o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Pernambuco (Sinepe), José Ricardo Diniz.

Ele destaca ainda que a maioria das famílias que optou pelo ensino presencial terá que trabalhar, portanto a necessidade de as unidades de ensino estarem abertas nesses dias. A rede privada de ensino no Estado tem cerca de 400 mil alunos e 2.400 escolas.

O Sindicato dos Professores da Rede Privada (Sinpro) defende que haja o recesso dos docentes com dois argumentos: a convenção coletiva de trabalho, assinada no meio do ano passado, colocou que não teria aula nesses dias. E que a categoria está cansada diante da sobrecarga de trabalho.

"Nossas férias do ano passado, que seriam em julho, foram antecipadas para abril, no auge da pandemia. De maio até metade de janeiro não paramos de trabalhar. São muitos professores cansados, depressivos, doentes. Não dá pra abrir mão desses dias", diz o presidente do Sinpro, Helmilton Bezerra.

Em nota, a entidade afirma que vai defender "a manutenção do feriado, uma vez que, esses dias já constam em nossa Convenção Coletiva de Trabalho, e essa, precisa ser respeitada". E diz ainda: "É bem verdade que nesse início de fevereiro retornamos às aulas, mas, infelizmente desprovidos dos devidos descansos, haja vista que muitas escolas optaram pelo trabalho intenso no mês de janeiro".

REDE PÚBLICA

Nas escolas estaduais, segundo a Secretaria Estadual de Educação, o expediente será normal. Haverá, portanto, aulas para os quase 575 mil estudantes da rede estadual.

As escolas municipais de Recife estarão fechadas porque alunos e professores estão de férias neste mês de fevereiro. O ano letivo começará em 4 de março.

Em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, o período de Momo também será de férias. Lá o ano escolar começará em 9 de março. Jaboatão deu dois meses de férias, janeiro e fevereiro, na rede municipal.

Em Olinda o ano letivo tem início nesta quarta-feira (03). Mas apenas com atividades para os professores e equipes pedagógicas. Estudantes terão aulas a partir de 18 de fevereiro, portanto, após o Carnaval. Nos dias de folia não haverá programação para os docentes.

 

Comentários

Últimas notícias