formação das chapas

Silvio Costa Filho prega unidade na Frente Popular para definição do Senado

O deputado federal Silvio Costa Filho disse que não tem pressa e pode esperar, em nome da unidade

JAMILDO MELO
JAMILDO MELO
Publicado em 24/03/2022 às 12:23
Silvio Costa Filho/Divulgação
O deputado do Republicanos quer ser o senador de Lula, como Eduardo da Fonte - FOTO: Silvio Costa Filho/Divulgação
Leitura:

O deputado federal Silvio Costa Filho, pregou a unidade da Frente Popular na construção da chapa majoritária.

O presidente do Republicanos-PE, sigla com a segunda maior bancada federal no Estado, defendeu que a composição deve ser construída de forma coletiva entre as siglas da coligação, mas fez questão de pontuar que cabe ao governador Paulo Câmara e ao pré-candidato ao Governo, Danilo Cabral, a definição sobre a composição da chapa majoritária encabeçada pelo PSB.

"Dessa forma, iremos construir a chapa majoritária e fortaleceremos ainda mais o nosso conjunto de forças para ganharmos as eleições de 2022", disse.

"É preciso, mais do que nunca, que os projetos pessoais e partidários devam ser sobrestados e a ordem do dia deve ser a unidade. Para que tenhamos uma bela vitória em Pernambuco".

Ele disse que desde o primeiro momento do debate sobre a composição da chapa tem trabalhado como presidente estadual do Republicanos para ajudar na unidade da Frente.


Apesar de ter seu nome lembrado como opção majoritária da Frente Popular para disputar o Senado, o parlamentar frisa que não tem pressa.

"Sempre deixei claro que não tenho pressa. Pode ser agora ou em 2026. Tancredo Neves já dizia que um dos maiores ativos na política é o tempo".

Ele disse avaliar que, após desistência da deputada federal Marília Arraes de disputar o Senado após a indicação do PT e o convite do presidente Lula, o debate deve ser reinaugurado no conjunto de forças da Frente Popular.

"Nesse momento, nós precisamos fazer uma construção coletiva e buscar a unidade do conjunto de forças. O PT, sem dúvidas, é um partido muito importante na Frente Popular e tem a legitimidade de poder participar da composição majoritária. Entretanto, na medida que o PT apresenta um nome para o Senado, que foi o nome da deputada Marília Arraes, e ela não aceita esse convite feito pelo partido, entendo que o processo em Pernambuco precisa ser reiniciado", avaliou Silvio.

Silvio espera ampliar a bancada do Republicanos na Assembleia Legislativa elegendo de seis a sete deputados estaduais e na Câmara dos Deputados elegendo de quatro a cinco federais. "O republicanos é o partido que proporcionalmente o que mais cresce em Pernambuco"

Comentários

Últimas notícias