CRIME

Justiça decreta prisão preventiva de Bolsonarista que matou tesoureiro do PT

Prisão preventiva do bolsonarista Jorge Guaranho é decretada pela Justiça do Paraná

Imagem do autor
Cadastrado por

Natan Júnior

Publicado em 11/07/2022 às 12:24 | Atualizado em 11/07/2022 às 13:32
Notícia
X

O Ministério Público do Paraná acaba de informar que decretou a prisão preventiva do agente penitenciário Jorge Guaranho.

Ele matou o petista Marcelo Arruda durante uma festa de aniversário em Foz do Iguaçu nesse último sábado (09/07).

Segundo o boletim de ocorrência, Jorge Guaranho invadiu a festa armado e teria gritado "aqui é Bolsonaro" e efetuado disparos contra Marcelo Arruda.

Marcelo Arruda, guarda municipal, também estava armado e atirou no agressor.

O Ministério Público do Paraná afirmou que está investigando se o crime teve motivação política. Nos próximos dias, a Polícia Civil do Paraná deve ouvir testemunhas e familiares de Arruda e Guaranho.

Jorge Guaranho sobreviveu e continua em estado grave, segundo a assessoria do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu em que está internado.

Tags

Autor