taxa de desemprego

Desemprego cai e tem menor taxa desde 2014; veja dados divulgados nesta quarta (31)

Taxa de desemprego diminui em 2023 e tem menor índice desde 2014. Veja números do Pnad Contínua divulgado nesta quarta (31)

Imagem do autor
Cadastrado por

Cynara Maíra

Publicado em 31/01/2024 às 10:42
Notícia
X

Nesta quarta-feira (31), foi divulgada a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre os dados apresentados está o índice de desemprego do país em 2023

O levantamento apresenta que o país conseguiu diminuir o nível de desemprego entre os brasileiros e atingiu um patamar próximo ao encontrado em 2014. 

TAXA DE DESEMPREGO DO PAÍS CAIU 1,5%, COMPARADO COM 2022

Os números do Pnad Contínua de 2023 apresentam que o desemprego caiu para taxa média anual de 7,8%, uma diminuição de 1,5%, quando comparado com o índice de 2022 (9,3%). O total foi de 8,5 milhões de brasileiros, uma diminuição de 1,8 milhões de pessoas. 

Esse é o menor índice na taxa de desemprego desde 2014, quando estava em 7%. Essa tendência de diminuição já tinha sido iniciada em 2022, com a retomada do mercado de trabalho pós-pandemia da covid-19. 

O índice específico para o trimestre finalizado em dezembro de 2023 chegou em 7,4% de pessoas tidas como desocupadas, uma diminuição de 0,3% em relação ao trimestre anterior (julho e setembro).

 

O Pnad Contínua indica que o número de pessoas ocupadas está em 100,7 milhões, um recorde na série histórica começada em 2012, com 3,8% acima da taxa apresentada em 2022. Desde 2012, houve uma elevação de 12,3% nessa categoria. 

Apesar do índice de pessoas subutilizadas, que procuram um emprego ou trabalham menos do que o tempo de horas disponíveis, ter diminuído em 13% quando comparado com 2022, o índice continua acima da menor taxa histórica. O número em 2023 foi de 20,9 milhões, 26,7% acima do nível apresentado em 2014. 

BRASIL apresenta TAXA DE DESEMPREGO surpreendente em 2023

Tags

Autor