Coluna Mobilidade

Ministro da Saúde critica decisão de suspender serviços de transporte nas cidades devido ao coronavírus

Em entrevista coletiva neste domingo (23/3), Luiz Henrique Mandetta defendeu que, no momento atual, é importante garantir o ir e vir de profissionais de áreas essenciais e o transporte público é fundamental para isso

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 23/03/2020 às 14:11
Notícia
REPRODUÇÃO/TV BRASIL
Ministro Luiz Henrique Mandetta, da Saúde - FOTO: REPRODUÇÃO/TV BRASIL
Leitura:

A decisão de muitos prefeitos e governadores de suspender por completo os sistemas de transporte público ­nas cidades, regiões metropolitanas e Estados foi criticada pelo ministro da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta. Em reunião por videoconferência com prefeitos de capitais brasileiras neste domingo (23/3), o ministro defendeu que, no momento atual, é importante garantir o ir e vir de profissionais de áreas essenciais e o transporte público é fundamental para isso. As decisões vêm sendo tomadas como uma tentativa de reduzir a pandemia do coronavírus.

Luiz Henrique Mandetta explicou que um mínimo de circulação tem de ser garantida para os profissionais de serviços essenciais para o combate do coronavírus, não só enfermeiros, médicos, técnicos de exames ou fisioterapeutas, mas também para os operários que trabalham em fábricas de componentes que podem ser essenciais para a fabricação de produtos como álcool em gel, máscaras, termômetros e respiradores.

Confira o que disse o ministro:

“O que a gente tem notado nas tomadas de decisões? Muitas tomadas de decisões nos âmbitos municipais que não guardam nenhuma correlação com o momento que as cidades estão passando. Então, são atitudes intempestivas. Nós vimos, por exemplo, prefeitos que falaram: 'Vou interromper o sistema de ônibus!’ Abruptamente. Aí os profissionais de saúde que trabalham nos hospitais não conseguem chegar. Nós vimos lugares que fizeram quarentena, mas a fábrica que produz o ventilador (de respiração para os doentes) e que está trabalhando sob encomenda do próprio ministério 24 horas por dia, sete dias por semana, não conseguem que os trabalhadores cheguem ou que a peça chegue para poder produzir o ventilador. Nós vimos que em alguns lugares não definiram o que é essencial e tudo é essencial, um pouco de tudo. Pode ser que num determinado momento o essencial seja um essencial um eletricista, um mecânico que conserta uma ambulância que parou. É preciso saber o que é essencialidade”, afirmou.

Diversas cidades, como no Estado de Santa Catariana, Rio de Janeiro e até Pernambuco, decretaram a paralisação total ou parcial dos ônibus. Em Pernambuco, por exemplo, o governo proibiu o transporte intermunicipal - que liga a RMR ao interior do Estado ­- e depois decidiu liberar até 10% da circulação exatamente para garantir o que pediu o ministro da Saúde. No ABC Paulista, os sete prefeitos da região, por meio do Consórcio Intermunicipal, prometem parar todos os ônibus municipais de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra a partir de 29 de março de 2020. 

LEIA MAIS CONTEÚDO NO www.jc.com.br/mobilidade

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Evitar contato próximo com pessoas doentes.

Ficar em casa quando estiver doente.

Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.

Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Devido a disseminação do novo Coronavírus, o governo mandou fechar todo o comércio. - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Devido a disseminação do novo Coronavírus, o governo mandou fechar todo o comércio. - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Especialistas destacam que este é um momento em que a criatividade pode salvar os negócios - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias