COLUNA MOBILIDADE

Confira a carta conjunta que pede vacinação imediata dos rodoviários e metroviários do Grande Recife

Documento foi protocolado no governo de Pernambuco, na Prefeitura do Recife e nas outras 13 prefeituras da RMR, além do MPCO e do MPPE

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 25/05/2021 às 17:51
Notícia
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Passageiros sofrem com um sistema que vem operando com intervalos de quase 10 minutos nos horários de pico da manhã e da noite. Intervalos enormes para o transporte sobre trilhos e que refletem o sucateamento do metrô - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Feito. A vacinação dos motoristas e cobradores de ônibus e dos metroviários que atuam na Região Metropolitana do Recife foi pedida formalmente ao governo de Pernambuco, à Prefeitura do Recife e às outras 13 prefeituras do Grande Recife. Sindicatos patronais, de empregados e servidores responsáveis pelo transporte público na RMR, com o apoio de representantes da sociedade civil, protocolaram um pedido conjunto pela vacinação imediata da categoria contra a covid-19.

Saiba quantas vacinas são necessárias para imunizar motoristas e cobradores do Grande Recife contra a covid-19

O mesmo documento também foi protocolado no Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) e na Promotoria de Transporte do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). A primeira entidade questionou legalmente quando o governo de Pernambuco sinalizou que pretendia antecipar a vacinação dos rodoviários ainda em maio. Assinam o pedido a Urbana-PE (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco, o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (SindMetro), o Sindicato dos Permissionários do Transporte Complementar de Pernambuco (Sinpetracope) e a Associação dos Empregados do Consórcio de transporte da Região Metropolitana do Recife (Assecon-Grande Recife).



“É um esforço conjunto de todas essas entidades e pessoas físicas que fazem o transporte da RMR em busca de solução. Vamos pedir o início imediato da vacinação dos rodoviários e metroviários. Sabemos que a execução da imunização é municipal, mas o STPP é um sistema metropolitano e, por isso, precisa de um direcionamento único, que o Estado deve dar”, afirma o diretor de Inovação da Urbana-PE, Marcelo Bandeira.

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Na sexta-feira (19/3), o juiz Augusto Angelim, da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital, atendeu a um pedido da Defensoria Pública de Pernambuco para que o Grande Recife Consórcio de Transportes Metropolitano evite a aglomeração nos ônibus, BRTs e terminais da RMR - FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM


Havia a informação de que, juntos, os profissionais do transporte público coletivo da RMR somariam menos de 20 mil profissionais. Entre 10 mil e 15 mil rodoviários e 1.800 metroviários. Mas o número é ainda menor. Segundo a base de dados do cartão VEM Rodoviário, são 11 mil profissionais em Pernambuco, aí já incluídos os motoristas, cobradores e fiscais do transporte complementar do Recife (STCP) e do sistema intermunicipal (fora da RMR). Além de 1.800 metroviários.

Desses 11 mil, seis mil são profissionais residentes no Recife. “É um número muito pequeno. É uma questão tão fácil de resolver para uma categoria tão exposta. A capital vacina 7 mil pessoas por dia! Podemos colocar as sedes das empresas e dos sindicatos à disposição. Ela pode ser faseada por idade, função, até por garagem. Todos podem ajudar como for preciso. E vale lembrar que muitas dessas entidades que deverão assinar o documento já fizeram o mesmo pedido diretamente ao governo, é importante dizer”, reforça Marcelo Bandeira.

CORRESPONDE?NCIA VACINA by Henrique de Lima

Os sindicatos falam em mortes, muitos casos de contaminação e o medo constante por estarem todos os dias - sem exceção - nos ônibus e metrôs do País. No Grande Recife, o Sindicato dos Rodoviários fala em 50 mortes desde o início da pandemia. Mas há um número de 89 mortes informado por uma dissidência da atual gestão. Entre os metroviários, o SindMetro afirma que 14 profissionais ativos do sistema metropolitano morreram desde o início da pandemia e quase 500 já testaram positivo.

FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM
Na sexta-feira (19/3), o juiz Augusto Angelim, da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital, atendeu a um pedido da Defensoria Pública de Pernambuco para que o Grande Recife Consórcio de Transportes Metropolitano evite a aglomeração nos ônibus, BRTs e terminais da RMR - FOTO:FILIPE JORDÃO/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias