COLUNA MOBILIDADE

Recife vai ganhar mais 4 km de infraestrutura para bicicletas na Zona Norte da cidade

Nova rota faz conexões entre equipamentos já existentes e amplia a malha que liga a Zona Norte ao Centro da capital

Roberta Soares
Roberta Soares
Publicado em 09/12/2021 às 15:14
Marcos Pastich/PCR
A implantação vai beneficiar mais de 2.100 ciclistas que trafegam diariamente na Avenida João de Barros, segundo a prefeitura - FOTO: Marcos Pastich/PCR
Leitura:

Mesmo sem ainda enfrentar os grandes corredores viários - como as Avenidas Caxangá e Agamenon Magalhães e o Viaduto Capitão Temudo -, o Recife segue avançando na ampliação da infraestrutura para bicicletas. A capital contará, até fevereiro de 2022, com mais quatro quilômetros de ciclofaixas conectando a área central à Zona Norte da cidade. Será a Ciclofaixa João de Barros, que conectará a Avenida Conde da Boa Vista, no Centro, às Ruas 48 e da Hora, no Espinheiro, na Zona Norte. A implantação já começou a ser feita pela prefeitura e será em duas etapas.

Um ousado plano para a bicicleta no Recife

A primeira fase, já em obras, começa na Rua Nunes Machado, na Boa Vista, passando pela Avenida João de Barros até a Rua Doutor Leopoldo Lins, na área central. De lá, seguirá até a Rua Doutor Carlos Chagas para se conectar à 2ª etapa da Ciclovia Jornalista Graça Araújo, em Santo Amaro. Já a segunda etapa da Ciclofaixa João de Barros será implantada ao longo da pista local Leste da Avenida Agamenon Magalhães. De lá, fará conexão e seguirá pela Rua Quarenta e Oito, Avenida João de Barros e Rua da Hora, onde se conectará com a Ciclofaixa Amélia.

DIVULGAÇÃO PCR
Traçado da Ciclofaixa João de Barros - DIVULGAÇÃO PCR

Segundo a prefeitura, haverá um prolongamento até a Rua Marquês do Paraná, também no Espinheiro, e a conexão com a Ciclofaixa Othon Paraíso. Essas conexões do equipamento - garante a gestão municipal - vai proporcionar acesso aos bairros do Torreão, Campo Grande, Graças, Espinheiro, Santo Amaro, Boa Vista e Bairro do Recife.

Daniel Tavares/PCR
Com a nova rota, o Recife passará a ter 163 km de malha cicloviária, o que representa um aumento de 580% desde 2013, quando havia apenas 24 km - Daniel Tavares/PCR

CONEXÕES

Segundo informações da Prefeitura do Recife, ao todo, serão 77 km de rotas cicláveis interligadas entre a Zona Norte e o Centro da capital. A implantação vai beneficiar mais de 2.100 ciclistas que trafegam diariamente na Avenida João de Barros, um número que tende a aumentar com a nova infraestrutura. Com a nova rota, o Recife passará a ter 163 km de malha cicloviária, o que representa um aumento de 580% desde 2013, quando havia apenas 24 km. Em 2021, foram implantados 19 km de novas estruturas cicloviárias, priorizando, especialmente, a conexão entre as rotas.

Comentários

Últimas notícias