PANDEMIA

Covid-19: Com ocupação ainda alta, Pernambuco zera fila de espera por leitos de UTI na rede pública

Nessa quinta-feira (11), havia 47 vagas livres e apenas seis solicitações em aberto — ou seja, a oferta de leitos superava a demanda

Katarina Moraes Cinthya Leite
Katarina Moraes
Cinthya Leite
Publicado em 11/06/2021 às 12:24
Notícia
ALUISIO MOREIRA/SEI
Nessa quinta-feira (11), 97% das UTIs estaduais estavam ocupadas, contra 88% nas privadas - FOTO: ALUISIO MOREIRA/SEI
Leitura:

A fila de espera por leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) na rede pública dedicados a pacientes com problemas respiratórios graves está atualmente zerada em Pernambuco. É o que mostra o painel 'Covid-19 em Dados', disponibilizado pela Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) do Estado, que traz dados do dia anterior. Nessa quinta-feira (11), havia 47 vagas livres e apenas seis solicitações em aberto — ou seja, a oferta de leitos superava a demanda. Apesar da boa notícia, a situação ainda é preocupante nas unidades de saúde: no mesmo dia, 97% das UTIs estaduais estavam ocupadas, contra 88% nas privadas.

Segundo a assessoria da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o quadro melhorou ainda mais nesta sexta-feira (11). Dados em tempo real colhidos pela pasta dão conta de que, por volta das 12h, havia 74 leitos de UTI livres e só quatro solicitações ativas. O intervalo para tais vagas sejam ocupadas é apenas o de transferência dos pacientes.

À coluna Saúde e Bem-estar, o secretário de Saúde André Longo confirmou a evolução do quadro, mas pede que a população siga em alerta. "De fato, os números dos últimos dias melhoraram muito, principalmente na RMR (Região Metropolitana do Recife) e também no Agreste, mas ainda precisamos ficar alertas para garantir que sejam sustentáveis nos próximos dias. Ainda há muitos pacientes internados, taxa de ocupação persiste alta e estamos preocupados com a acelerações do Sertão dessa semana."

Na coletiva de imprensa dessa quinta-feira (10), o chefe da pasta já havia dado indícios do desafogamento na RMR e no Agreste. “Na 1ª Macrorregião já há desaceleração. Foi registrada uma redução de 10% nas solicitações de leitos de UTI na semana passada. Já nesta semana, de domingo até ontem, tivemos uma redução de 17% em comparação aos primeiros dias da semana anterior", disse. "[No Agreste,] as solicitações de leitos de UTI  tiveram estabilidade na semana passada, mas já nos primeiros quatro dias desta semana, houve queda de 31%”, justificou André Longo.

Nessa quinta-feira (11), o boletim do novo coronavírus de Pernambuco trouxe que havia 3.035 leitos públicos de UTI e enfermaria no Estado destinados a pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Desses, 1.779 são de UTI, e 1.274 de enfermaria. Eles estavam, respectivamente, com ocupação de 97% e 80%. á na rede particular, eram 736 leitos: 494 de UTI e 242 de enfermaria, com 88% e 64% de ocupação, nesta ordem.

Made with Flourish
 

Comentários

Últimas notícias