Celebridade

Rei da cachorrada: Gil do Vigor conta que já garantiu o valor do prêmio do BBB21

Ex-BBB pernambucano é capa da nova edição da GQ Brasil neste mês de junho

Marília Banholzer
Marília Banholzer
Publicado em 11/06/2021 às 19:42
Notícia
Cauê Moreno/Globo Livros
Durante sua trajetória no BBB21, Gil do Vigor pregou a importância da educação - FOTO: Cauê Moreno/Globo Livros
Leitura:

O ex-BBB pernambucano Gil do Vigor está em alta. O economista Gilberto Nogueira, que ficou em quatro lugar na última edição do reality show é a capa da revista GQ Brasil que, este mês, vem numa edição dupla (junho/julho). Gil se tornou um dos participantes mais queridos do Big Brother Brasil 21 e vem dividindo com a campeã, Juliette Freire, o posto de maior celebridade da edição do programa. Tamanho sucesso fez o ex-participante celebrar a conta bancária cheia, fruto de diversos cont JC ratos fechados com marcas, como a Vigor, O Boticário, OMO, Bis e Santander.

>> Livro de Gil do Vigor é lançado e figura entre os mais vendidos; internautas celebram

“Já deu para bater o valor do prêmio de vencedor do ‘Big Brother’ [R$ 1,5 milhão], mas ainda não entrou na minha conta corrente. Vigorei!”, disse ele à GQ. Recentemente, o colunista Léo Dias chegou a revelar que o economista já acumula aproximadamente R$ 10 milhões em contratos, mas a informação não foi confirmada por Gil.

Famoso por seus jargões dentro do BBB21, Gil do Vigor se transformou no Rei da Cachorrada na capa da revista. Cercado por dez cachorros de diferente raças, o economista surge imponente e cheio de estilo. A revista apresenta um ensaio feito no estúdio do fotógrafo Pedro Dimitrow, em São Paulo, com styling de Gabriel Feriani, no qual aparece cheio de estilo em looks de marcas nacionais e estrangeiras.

Na reportagem, Gil conta as emoções da vida após a fama-relâmpago, abre o jogo sobre sua intimidade, revelando detalhes sobre o encontro com o pai, além da importância de sua representatividade para que outros gays possam viver sua sexualidade e conquistar seu espaço sem censura. "Eu sou bicha, lutei, me lasquei, chorei, gritei, já fiz muita merda, mas tudo isso foi um processo para que eu aprendesse e tivesse forças para alcançar o impossível“, diz ele em trecho da entrevista.

Comentários

Últimas notícias