VIOLÊNCIA

Dj Ivis deve responder por dois inquéritos de agressão física contra Pamella Holanda, diz secretário de Segurança

"As agressões são de dezembro", explica o delegado do caso, Tharsio Faco

Marília Banholzer Julianna Valença
Marília Banholzer
Julianna Valença
Publicado em 15/07/2021 às 15:07
Notícia
REPRODUÇÃO
FORTALEZA DJ Ivis chegou à delegacia aos gritos de "covarde" e não falou com a imprensa - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

O músico Iverson de Souza Araújo, conhecido como DJ Ivis, deve responder por dois inquéritos policiais referentes às agressões físicas cometidas contra a sua esposa, Pamella Holanda. A digital influencer expôs na internet, no último domingo (11), vários vídeos em que Ivis aparece praticando agressões contra ela, na residência do casal. Com a repercussão do caso, diversos artistas se manifestaram em apoio a Pamella.

 

>> Marília Mendonça comenta prisão de DJ Ivis, acusado de agredir a esposa

>> Funcionários de DJ Ivis prestaram depoimento no dia da prisão do músico

 

De acordo com o portal UOL, o delegado responsável pelo caso, Tharsio Faco, afirmou que além da denúncia de agressão feita por Pamella no último dia 2 de julho, Ivis também deve ser indiciado pelo crime de lesão corporal no âmbito de violência doméstica e familiar. O segundo inquérito se refere às agressões que aconteceram depois da denúncia.

"Vai ser outro inquérito. Será outro indiciamento e outro pedido de prisão preventiva. São dois fatos diferentes", explicou o secretário de segurança, Sandro Caron.


Investigação

Segundo a polícia, as investigações sobre o caso teriam começado um dia após as denúncias, 3 de julho, na Delegacia Metropolitana do Eusébio, no Ceará. "A vítima (Pamella Holanda) comunicou o ocorrido no fim da manhã do dia 2. A polícia atendeu a ocorrência. Foi até o local do casal e os policiais convidaram o casal a comparecer até a delegacia", disse o delegado ao UOL.

Ainda de acordo com Faco, o processo de denúncia só foi concluído no dia seguinte, devido ao estado emocional de Pamella. Desde então, uma medida protetiva para Pamella Holanda foi decretada pela polícia. Nas investigações, cerca de nove pessoas foram ouvidas pela polícia.

Oito dias depois, no último domingo (11), a influencer publicou em suas redes sociais 11 vídeos onde Ivis aparecia disparando uma série de violências a até então esposa. "A divulgação dos vídeos foi muito importante porque a hipótese de que as agressões do primeiro dia teriam sido algo episódico não se confirma. As agressões são de dezembro", explicou o delegado.

 

Prisão

Dj Ivis foi preso nesta quarta-feira (14) em Fortaleza, no Ceará, após os vídeos de agressões contra a ex-mulher, Pamella Holanda, serem divulgados por ela nas redes sociais no último domingo (11). A informação da prisão foi compartilhada através do Twitter pelo governador cearense, Camilo Santana.

"Acabo de ser informado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Polícia Civil e decretada há pouco pela Justiça. Que responda pelo crime cometido", escreveu Santana.

 

O artista paraibano mora em Eusébio, no Ceará, e tem diversas músicas entre as mais ouvidas nas plataformas de streaming. Após a divulgação das imagens, ele publicou em suas redes sociais vídeos se defendendo das acusações e afirmando que Pamella o chantageava

*Com informações do portal UOL

Comentários

Últimas notícias