TEATRO

Organização da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém está confiante que espetáculo será encenado em 2022

Após dois anos sem realização devido à pandemia, presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova conversou com o JC sobre preparativos, protocolos, vendas de ingressos e patrocínios

Emannuel Bento
Emannuel Bento
Publicado em 11/01/2022 às 18:23
FELIPE SOUTO MAIOR/DIVULGAÇÃO
'Paixão de Cristo de Nova Jerusalém' 2022 já tem elenco definido - FOTO: FELIPE SOUTO MAIOR/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Após dois anos sem realização devido à pandemia, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, um dos espetáculos mais tradicionais de Pernambuco, está em preparativos para movimentar o estado entre 9 e 16 de abril. A expectativa de Robinson Pacheco, presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova e gestor do Teatro de Nova Jerusalém, é positiva.

 "A Paixão de Cristo, por ser um evento de grande magnitude, sempre foi um desafio. Depois de uma pandemia, devido a tantas dificuldades, esse desafio aumentou muito. Mas acreditamos que estamos num caminho positivo, de retomada e sempre trabalhando. Acreditamos que vamos realizar uma temporada histórica em 2022", diz Pacheco, em entrevista ao JC.

Atualmente, a organização aguarda a consolidação de um patrocínio para começar a pré-produção, o que deve ocorrer em 20 de janeiro. "Seguiremos todos os protocolos vigentes para trabalho em campo. Trabalhamos muito nos pátios, nos cenários. A Pousada da Paixão tem um protocolo específico de hotéis", continua. 

Até o momento, o elenco principal da edição apenas gravou filmes promocionais e realizou alguns ensaios. O time é composto por nomes como Gabriel Braga Nunes (Jesus), Christine Fernandes (Maria), Luciano Szafir (Herodes), a influenciadora digital Thaynara OG, (Herodíades) e Sérgio Marone (Pilatos). "Dos quatro filmes promocionais, dois já estão prontos. Teremos 500 figurantes e quase 900 pessoas nos bastidores."

Protocolos

Em relação aos protocolos de convivência que serão adotados durante o espetáculo, o presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova afirma que a organização irá aguardar as mudanças que devem ocorrer até abril. "O governo lançou essas novas restrições nesta semana, mas acreditamos que a tendência é que as medidas melhorem em fevereiro ou no começo de março. Quanto mais tempo passa, mais a população está vacinada com a terceira dose", opina.

Divulgação/Felipe Souto Maior
Gabriel Braga Nunes grava para Paixão de Cristo de Nova Jerusalém - Divulgação/Felipe Souto Maior
Divulgação/Felipe Souto Maior
Gabriel Braga Nunes grava para Paixão de Cristo de Nova Jerusalém - Divulgação/Felipe Souto Maior

Atualmente, Pernambuco vive um surto de influenza A (H3N2). De acordo com a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES), foram registrados 8337 casos e 65 mortes em um mês. Também existe um retorno de casos de infecção pelo coronavírus, como consequência da variante ômicron.

"Tudo vai acontecer, lógico, dentro de algumas normas de protocolos, mas o mais importante é acontecer. O mais importante é retomar os nossos eventos, gerando emprego e renda para a nossa região, que é muito carente de emprego e renda", diz Pacheco.

Vendas

As vendas dos ingressos para a edição de 2022 começaram em 15 de dezembro. Pela primeira vez na história da Paixão, estão sendo disponibilizados ingressos digitais antecipados. Até o momento, foram vendidos 10 mil bilhetes. De acordo com Robinson Pacheco, esse é um bom número inicial, visto que a Paixão de Cristo ainda não iniciou a sua campanha nos meios de comunicação.

"Estamos trabalhando em cima da mídia digital ou espontânea. A nossa estratégia irá começar em 20 de janeiro, agregando TV, outdoors, redes sociais. Acredito que quando isso se intensificar, a tendência é que as vendas dobrem ou tripliquem. Por ora, as pessoas ficam priorizando os seus entretenimentos mais próximos."

Patrocínios

A edição de 2020 da Paixão de Cristo, que acabou sendo cancelada, contava com cinco cotas de patrocínio. Todas foram mantidas para 2022. "Apesar disso, nós já tínhamos contratado coisas para a produção e parte do dinheiro foi gasto em 2020. Então, estamos oferecendo cotas de copatrocínio e temos três negociações bem adiantadas. É também através delas que conseguiremos realizar o espetáculo."

O Ministério do Turismo também autorizou a Paixão de Cristo a captar R$ 2,9 milhões da Secretaria de Cultura, pela Lei Rouanet, para a atual edição.Robinson Pacheco chegou a ir à Brasília para audiências com o Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, o Secretário Mário Frias e o presidente da Embratur, Carlos Brito, com o objetivo de discutir uma alternativa de apoio ao evento.

A Paixão de Nova Jerusalém é realizada há mais de 50 anos no maior teatro ao ar livre do mundo e que já atraiu mais de 4 milhões de visitantes do Brasil e do mundo. De acordo com Pacheco, o espetáculo atualmente gera 1,5 mil empregos diretos e 8 mil indiretos. Os dados mais recentes da Secretaria de Turismo de Pernambuco - Setur-PE afirmam que 98% da rede hoteleira do estado é ocupada durante a temporada.

Comentários

Últimas notícias