ERUPÇÃO

Vulcão nas Ilhas Canárias ao vivo: acompanhe a erupção e as últimas notícias do Cumbre Vieja

A lava já destruiu 350 edificações e cobriu 166,2 hectares em La Palma

AFP Vanessa Moura
AFP
Vanessa Moura
Publicado em 24/09/2021 às 7:37
Notícia
DESIREE MARTIN / AFP
O complexo vulcânico de Cumbre Vieja, que fica ilha de La Palma, nas Ilhas Canárias (Espanha), entrou em erupção neste domingo (19) - FOTO: DESIREE MARTIN / AFP
Leitura:

Localizado em La Palma, nas Ilhas Canárias, o vulcão Cumbre Vieja já chega ao seu quinto dia em erupção. Por conta dele, milhares de pessoas da região precisaram ser evacuadas e muitas residências e estradas foram destruídas. Nesta sexta-feira (24), a lava do vulcão continua provocando destruição por onde passa e as autoridades correm contra o tempo para reduzir danos. 

LEIA MAIS

Vídeo: bombeiros redirecionam lava do vulcão Cumbre Vieja e salvam igreja nas Ilhas Canárias

Vídeo: entre a tristeza e a beleza da erupção do vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias

Deslocamento de lava do vulcão Cumbre Vieja se detém nas Ilhas Canárias

Em Todoque, por exemplo, localidade pertencente ao município de Los Llanos de Aridane, uma igreja não foi afetada, pelo menos até o momento. Atendendo ao apelo dos moradores que tiveram que deixar suas casas, os bombeiros conseguiram redirecionar parte da lava na última quarta-feira (23).

A ação durou horas e envolveu diversos maquinários. A lava foi desviada para um barranco. 

Bombeiro explica ação:

Distância entre a lava e a igreja

De acordo com o sistema de medição geoespacial Copernicus, a lava já destruiu 350 edificações e cobriu 166,2 hectares em La Palma. Além disso, a erupção do Cumbre Vieja provocou a evacuação de 6.100 pessoas, entre elas 400 turistas, mas sem que houvesse qualquer registro de mortos ou feridos.

As informações foram atualizadas nessa quinta-feira (23).

Acompanhe a erupção do vulcão

Deslocamento da lava

Um dos dois fluxos ativos de lava do vulcão Cumbre Vieja nas Ilhas Canárias, na Espanha, que estava destruindo tudo pelo caminho, interrompeu o seu deslocamento, anunciou nessa quinta-feira (23) o comitê de emergência, dia em que o rei Felipe VI visitou os afetados.

"Uma das línguas [de lava] está parada", disse aos jornalistas María José Blanco, diretora do Instituto Geográfico Nacional (IGN), em coletiva após a reunião do Comitê Diretor do Pevolca (Plano de Emergências Vulcânicas das Ilhas Canárias).

Rei Felipe VI garante ajuda 

Na quinta-feira, o rei Felipe VI visitou a ilha de La Palma acompanhado da rainha Letizia e do presidente de governo Pedro Sánchez, que regressava de sua participação na Assembleia Geral da ONU. O monarca se encontrou com pessoas que tiveram que deixar suas casas e prometeu que "não faltará ajuda".

"Aqui estão todas as administrações representadas e esse compromisso é muito claro, elas vão fazer tudo o que está em suas mãos", disse Felipe VI aos jornalistas. "São dias e noites de tristeza imensa e de angústia para tantas famílias, como pudemos ver agora na visita", acrescentou.

LEIA MAIS

Lava de vulcão nas Ilhas Canárias chega a casas, e milhares de pessoas fogem

Lava do vulcão nas Canárias desce lentamente para o mar; acompanhe

Avanço da lava do vulcão Cumbre Vieja nas Ilhas Canárias provoca medo de gases tóxicos

E se a lava chegar ao mar?

A preocupação das autoridades se concentra na chegada da lava ao mar. A lava "avança implacavelmente para o mar", lamentou o presidente da região canária, Ángel Víctor Torres, que descreveu "a impotência diante do avanço dessa 'lavagem' (...) que já levou casas nesta região dedicada à agricultura, e que continuará levando outras casas em seu trajeto até o mar".

LEIA MAIS

Vídeo: Vulcão Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, tem nova fissura eruptiva

O encontro do magma ardente com o mar - inicialmente previsto para segunda-feira à noite, mas adiado devido ao ritmo mais lento de avanço - pode gerar explosões, ondas de água fervente ou inclusive nuvens tóxicas, de acordo com a página do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

"As nuvens criadas pela interação entre a água do mar e a lava são ácidas", explica à AFP Patrick Allard, diretor de pesquisa do instituto francês de Geofísica do Globo, em Paris. "Podem ser perigosas se alguém estiver muito perto", alerta.

LEIA MAIS

Animais são resgatados em área atingida por vulcão nas Ilhas Canárias; veja vídeo

Quais as chances do vulcão que entrou em erupção nas Ilhas Canárias provocar um tsunami no Brasil?

Veja imagens da erupção de vulcão nas Ilhas Canárias

Quanto tempo a erupção ainda vai durar? 

Em relação à duração da erupção, o porta-voz do Instituto Vulcanológico das Canárias (Involcan), David Calvo, estimou que poderiam ser "semanas".

LEIA MAIS

Por que acontece a erupção de um vulcão? Onde ficam as Ilhas Canárias? Há vulcão no Brasil? Entenda

Apesar da erupção de vulcão, risco de tsunami atingir Nordeste do Brasil é mínimo

"É provável que a pressão que o magma está liberando agora nesta fissura não seja suficiente para liberar todo o magma que se acumula, o que, por enquanto, parece que continuará por algumas semanas", disse à AFP.

Comentários

Últimas notícias