ARTIGO

A importância da administração nessa época de crise

"Devemos sempre buscar uma gestão profissional, contratando administradores ou tecnólogos nas suas respectivas áreas de atuação, pois esses profissionais são capacitados para realizar mais com menos e preparados para adversidades". Leia o texto de Mychel Paes Barreto

JC
JC
Publicado em 16/06/2021 às 10:18
Notícia
PIXABAY
x - FOTO: PIXABAY
Leitura:

Mychel Paes Barreto

Em pleno século XXI, estamos passando por uma verdadeira revolução em todo o mundo e uma crise sem precedentes. Estamos revendo vários conceitos, antes intocáveis, por causa de um adversário invisível: o coronavírus.

A vida, antes agitada e corrida, foi substituída pela reclusão e pelo isolamento social. E na linha de frente dessa batalha contra o coronavírus temos os guerreiros profissionais da saúde, que, em sua grande maioria, trabalham sem as mínimas condições para salvar vidas.

Diante desse cenário, os profissionais da administração desempenham um papel fundamental para superar essa crise, pois lutarão em duas frentes: a primeira será a busca pela sobrevivência das organizações que estão fechadas por medidas preventivas, e a segunda será dar suporte às instituições de saúde, para que tudo funcione da melhor maneira possível.

Quando falamos em profissionais de administração, estamos contemplando uma série de profissões que são a base para a administração e primordiais para o funcionamento de uma organização. Podemos citar os recursos humanos, marketing, logística, financeiro, administrador hospitalar, dentre outros.

Para ilustrar a importância desses profissionais que estão buscando estratégias para superar a crise, demonstraremos a relevância do trabalho de cada um deles.

Começaremos pelos gestores de recursos humanos, que devem estar empenhados na busca de soluções para não demitirem seus colaboradores, pois grande parte das organizações está fechada, em home office ou com jornada reduzida.

Por outro lado, o marketing é uma das áreas que mais sofrem em tempos de crise, pois a verba destinada para esse setor é logo contingenciada. Fazer marketing em tempos de crise é avaliar cenários, definir prioridades, adaptar estratégias e identificar oportunidades. Esse profissional deve estabelecer ações plausíveis de curto, médio e longo prazos para obter o melhor aproveitamento dos recursos disponíveis, tendo papel fundamental na manutenção e prospecção de novos clientes, na geração de novas oportunidades de negócios e na melhora do relacionamento da organização com seu público.

A logística possui função de extrema importância para superar essa crise, pois realiza o fluxo de mercadorias entre produtores e fabricantes até o consumidor final. Esse fluxo é imprescindível para não deixar a economia entrar em colapso total em meio a um ambiente de imensa incerteza.

E nesse ambiente, o e-commerce merece um papel de destaque, pois está em franco crescimento e sendo a válvula de escape das organizações para se manterem ativas.

Por outro lado, a logística é fundamental para a disponibilização rápida de materiais e equipamentos para os hospitais atenderem a população, seja com produtos nacionais ou importados. Nesse cenário, vale destacar a construção de hospitais de campanha, pois a logística é responsável desde a sua montagem até o seu abastecimento.

Nas finanças, o administrador tem que ter jogo de cintura, pois os recursos serão escassos. Deve realizar uma auditoria para conhecer melhor seu negócio, redefinindo os custos e despesas para alocar o dinheiro de forma correta. O importante é fazer a gestão de liquidez e crédito, negociando o que for possível e ganhando prazos.

E, por fim, temos o administrador hospitalar ou gestor hospitalar, profissional que zela para que todos os serviços de uma instituição de saúde funcionem em perfeitas condições. O administrador hospitalar tem um trabalho complexo e atua em muitas frentes ao mesmo tempo. Sua responsabilidade é grande, pois, na gestão de instituições de saúde, estão em jogo a vida e o bem-estar de muitas pessoas. De maneira geral, esse profissional planeja, organiza, coordena e supervisiona as atividades administrativas e burocráticas dentro de uma instituição de saúde.

A administração é uma profissão de múltiplas competências, que devem ser executadas exclusivamente por administradores ou tecnólogos nas suas respectivas áreas de atuação, sempre registrados no seu conselho de classe, pois o registro é um sinal de comprometimento com a ética e com os valores morais da profissão. E o profissional só é declarado administrador ou tecnólogo após o registro no Conselho Regional de Administração (CRA) do seu Estado, de acordo com a lei 4.769/65 e o regulamento da profissão, aprovado pelo decreto 61.934/67.

Desta forma, devemos sempre buscar uma gestão profissional, contratando administradores ou tecnólogos nas suas respectivas áreas de atuação, pois esses profissionais são capacitados para realizar mais com menos e preparados para adversidades. E nada melhor de que contar com esses profissionais diante dessa crise.

 

Mychel Paes Barreto, Conselheiro Federal e Representante do Conselho Regional de Administração (CRA) em Caruaru, Agreste de Pernambuco.

 

*Os artigos são de responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião do JC


Leia outros artigos

Comentários

Últimas notícias