PANDEMIA

Olinda libera áreas da orla para atividades físicas; veja quais

Apesar da flexibilização da quarentena, a cidade ainda mantém algumas restrições

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 19/06/2020 às 18:19
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Parques e praças também serão reabertos, mas as aglomerações não estão permitidas. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Pernambuco iniciou o plano de convivência com a covid-19 no último dia 1º de junho e, para este final de semana, os municípios iniciam outra etapa das medidas, anunciando a liberação de praias. Em Olinda, porém, essa liberação vale apenas para a ciclovia, calçadão e areia da orla para a prática de atividades físicas individuais a partir do próximo domingo (21). O banho de mar segue proibido.

>> Praia de Porto de Galinhas, no Litoral Sul de Pernambuco, liberada para banho de mar a partir deste sábado

>> Reabertura de praias em Porto de Galinhas e no Grande Recife traz alívio para o turismo

>> Prefeitura do Recife anuncia abertura de praias, calçadões e parques para prática de exercícios físicos

>> Saiba o que está permitido a partir deste sábado (20) nas praias, calçadões e parques do Recife

>> Recife libera Ciclofaixa de Turismo e Lazer a partir de domingo (21); veja as regras

>> Com abertura de praias e parques no Grande Recife, expectativa para retomada das academias aumenta

>> Praias do Janga, Pau Amarelo e Maria Farinha, no Litoral Norte de Pernambuco, têm banho de mar liberado a partir de segunda-feira (22)

>> Saiba como Cabo, Jaboatão e Itamaracá vão proceder com relação à abertura de praias e parques

Parques e praças também serão reabertos, mas as aglomerações não estão permitidas. Os templos religiosos também irão retomar o funcionamento, podendo ter apenas 30% da capacidade de ocupação, mantendo os intervalos e os devidos distanciamentos entre os frequentadores. Será obrigatório o uso da máscara, a disponibilização de álcool em gel na entrada e a manutenção das portas e janelas abertas durante as celebrações. O funcionamento de outras dependências, como cantinas e salas reservadas, está proibido.

>> Confira os novos horários e os preparativos do Riomar para a reabertura a partir desta segunda (22)

Plano de Convivência

O Plano de Convivência com a covid-19, elaborado pelo governo do Estado, teve início no dia 1º de junho com a abertura das lojas de material de construção e delivery de comércio não essencial. Além disso, até esta sexta-feira (19), já foi permitido o funcionamento de:

  • Varejo de bairro, exclusivamente por delivery, e shoppings, por delivery e drive-thru
  • Comércio atacadista
  • Construção civil com 50% do seu efetivo e em horário livre
  • Clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, óticas, clínicas de fisioterapia e de psicologia.
  • Lojas de varejo com até 200 m² de espaço aberto para clientes.
  • Serviços de venda, locação e vistoria de veículos com 50% dos funcionários
  • Salões de beleza e serviços de estética, com atendimento de um cliente por vez, por agendamento, sem fila de espera e com higienização de um cliente e outro
  • Treinos de futebol profissional

Reabertura de templos

A partir da próxima segunda-feira (22), templos religiosos podem ser reabertos desde que sigam orientações durante o período de pandemia para respeitar o afastamento físico entre as pessoas. É importante ressaltar que pessoas do grupo de risco (idosos maiores de 60 anos, gestantes e pessoas com comorbidades) e crianças menores de 10 anos devem permanecer em casa e acompanhar as celebrações por meios de comunicação como rádio, televisão, internet.

O uso de máscara continua sendo obrigatório durante todo o período em que as pessoas estejam fora de suas casas. Além disso, o governo orienta que os templos disponibilizem acesso fácil a "pias providas com água corrente, sabonete líquido e toalhas descartáveis, sempre que possível".

Dentre as orientações lançadas pelo governo como medida de proteção, fica proibido o compartilhamento de materiais como bíblia, revista, rosário, jornais, e elementos de consagração consagração de uso coletivo devem ser bloqueados.

Após a celebração, o local deve ser rigorosamente desinfetado, principalmente os mais tocados, como os bancos, maçanetas de portas e microfones. No vídeo de anúncio, o governador destacou que os templos devem funcionar com 30% de sua capacidade com distância mínima de segurança de 1,5 m entre os participantes, com excessão de integrantes da mesma família que residam juntos. Todos os ambientes devem ser mantidos preferencialmente abertos, arejados e ventilados, de forma natural.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias