Coronavírus

Com avanço no plano de convivência, veja serviços que voltam a funcionar nesta segunda-feira em Pernambuco

A macrorregião 1, que inclui as cidades do Grande Recife e da Zona da Mata, não avançou para uma nova etapa do plano

JC
JC
Publicado em 14/09/2020 às 8:18
Notícia

YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
As cidades de Arcoverde, Salgueiro e Serra Talhada, no Sertão, que avançam para a etapa 7, podem retomar serviços de alimentação - FOTO: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

Apesar de a macrorregião 1, que inclui as cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR) e da Zona da Mata, não ter avançado para um nova etapa do Plano de Convivência com a Covid-19, do governo de Pernambuco, permanecendo na oito, outras regiões do Estado têm reaberturas nesta segunda-feira (14). É o caso das regiões de Arcoverde, Salgueiro e Serra Talhada, no Sertão, que avançam para a etapa 7, podendo retomar serviços de alimentação.

Também nos municípios, os shopping centers poderão estender o horário de funcionamento até as 22h. Já a macrorregião 2, onde fica Caruaru, no Agreste, avança para a etapa 8, liberando serviços de escritório, reabertura de museus e espaços de exposição. As localidades próximas a Garanhuns, na 5ª Geres, permanecem na etapa 7. As demais regiões do Estado permanecem na situação atual.

Expectativa de retomada das aulas

A segunda-feira chega com muita expectativa em Pernambuco. Pais, alunos, professores, funcionários e donos de escolas estão ansiosos para saber qual será a decisão do governo de Pernambuco sobre a retomada gradual das aulas presenciais da educação básica no Estado, tanto da rede privada quanto da pública. O governo estadual prometeu um posicionamento decisivo nesta segunda, já que o decreto que proíbe as aulas nas unidades devido à pandemia da covid-19 - editado pela primeira vez no dia 18 de março - expira na terça-feira (15/9).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias