CRIME

Suspeito de matar universitário em Carpina, militar reformado se apresenta à polícia

O estudante foi morto a tiros após se confundir e entrar em um carro errado em Carpina. O suspeito se apresentou nesta quarta-feira (23)

JC
JC
Publicado em 23/12/2020 às 17:21
REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Antônio foi morto a tiros no último dia 17 de dezembro - FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK
Leitura:

Matéria atualizada às 17h58

Um militar reformado do exército se apresentou, na tarde desta quarta-feira (23), na Delegacia de Polícia Civil de Carpina, na Zona da Mata de Pernambuco, e confessou ter sido o autor dos disparos que mataram o estudante universitário Antônio Barbosa da Silva Neto, de 27 anos, no último dia 17 de dezembro.

>> Universitário é morto a tiros ao entrar em carro errado na Zona da Mata de Pernambuco
>> Universitário morto a tiros após entrar em carro errado em Carpina seria pai em janeiro

De acordo com a Polícia Civil, o homem foi localizado por meio de familiares e compareceu à delegacia acompanhado de seu advogado. "O autor do fato, militar reformado do exército, confessou o crime, e apresentou a arma de fogo utilizada, um revólver de calibre 357, além do seu porte de arma de fogo, tudo devidamente apreendido", diz trecho da nota divulgada pela corporação.

O militar foi interrogado e apresentou sua versão dos fatos. A Polícia Civil informou que as investigações continuarão, "com o objetivo de remeter o inquérito policial ao Judiciário o quanto antes".

Leia a nota da Polícia Civil

A Polícia Civil de Pernambuco informa que, após investigações ocorridas desde a data do fato, em 17/12/2020, foi possível chegar em familiares do suposto autor dos disparos feito dentro do veículo que estava em frente da Caixa Econômica Federal, em Carpina. Foram realizadas diversas intimações com o fulcro de chegar na autoria, contudo, nesta quarta-feira, 23/12/2020, o autor do fato se apresentou na Delegacia de Carpina acompanhado de seu advogado para apresentar sua versão dos fatos. O autor do fato, militar reformado do exército, confessou o crime, e apresentou a arma de fogo utilizada, sendo ele um Revólver de Calibre 357 MAGNUM, além do seu porte de arma de fogo, tudo devidamente apreendido. Seu interrogatório foi realizado e, desta forma as investigações continuarão, visando que o Inquérito Policial seja remetido ao Poder Judiciário o quanto antes.

Relembre o caso

Antônio Barbosa da Silva Neto foi morto a tiros no último dia 17 de dezembro, após se confundir e entrar em carro errado em Carpina, na Zona da Mata do Estado. Segundo testemunhas, a vítima morava em Tracunhaém, na Zona da Mata e tinha ido de carro junto ao pai até a Caixa Econômica Federal de Capina para receber o auxílio emergencial.

Na saída, ele teria confundido o veículo onde o pai estava com o de outra pessoa. Ao tentar entrar no automóvel, o motorista, armado, disparou várias vezes contra o universitário, que acabou morrendo no local. O jovem deixou uma esposa, grávida, com parto previsto para o dia 15 de janeiro. Antônio também estava com data marcada para assumir um cargo público, conseguido através de concurso na Prefeitura de Macaparana, Zona da Mata Norte do Estado.

Comentários

Últimas notícias