CRIME

Português suspeito de estuprar enteada de 8 anos é preso pela Polícia Federal na Praia de Gaibu

Após ter sido detido, o estrangeiro foi encaminhado para a sede da Polícia Federal, onde passou por audiência de custódia e teve a prisão preventiva confirmada

Vanessa Moura
Vanessa Moura
Publicado em 05/07/2021 às 9:30
Notícia
Foto ilustrativa: EBC
Imagem ilustrativa | De acordo com a polícia, o homem teria abusado sexualmente da filha de sua então namorada. Os crimes teriam acontecido durante todo o mês de janeiro de 2020, quando a mãe da criança ficou hospitalizada por 11 dias após o nascimento de seu filho mais novo - FOTO: Foto ilustrativa: EBC
Leitura:

Um homem de 55 anos, natural de Portugal, foi preso pela Polícia Federal (PF) suspeito de estuprar a própria enteada, uma criança de oito anos de idade, na praia de Gaibu, Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife (RMR). Após quase dois meses foragido, o suspeito foi encontrado na própria residência, também localizada em Gaibu. A prisão ocorreu na última sexta-feira (2), e foi divulgada nesta segunda (5) pela PF.

Após ter sido detido, o estrangeiro foi encaminhado para a sede da Polícia Federal, onde passou por audiência de custódia e teve a prisão preventiva confirmada. Por fim, foi levado para o Centro de Observação e Triagem e Professor Everardo Luna (Cotel), onde ficará à disposição da Justiça Estadual.

Imputado pelos crimes de estupro de vulnerável - com agravante de ter sido praticado pelo padrasto - o homem pode pegar de 5 a 20 anos de reclusão, se condenado. 

O caso

De acordo com a polícia, o homem teria abusado sexualmente da filha da então namorada. Os crimes teriam acontecido durante todo o mês de janeiro de 2020, quando a mãe da criança ficou hospitalizada por 11 dias após o nascimento do filho mais novo. Na volta para casa, porém, mesmo após a criança contar sobre os abusos, a mãe não tomou providências. 

A denúncia foi realizada apenas depois que uma vizinha ficou sabendo da situação. A criança, então, foi levada para o conselho tutelar e para um hospital, onde os abusos foram confirmados por laudo sexológico. Além disso, segundo a PF, a criança desenvolveu transtornos psicólogos e episódios de automutilação por conta da violência sexual sofrida. 

Comentários

Últimas notícias