tragédia

Ciclista morre após ser atingido por carreta no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife

Um inquérito policial foi instaurado pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) para elucidação do caso

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 24/11/2021 às 8:42
Notícia
REPRODUÇÃO/TV JORNAL
O acidente ocorreu no início da noite dessa terça-feira (23) - FOTO: REPRODUÇÃO/TV JORNAL
Leitura:

Com informações de Elthon Amado, na TV Jornal

Um ciclista morreu após ser atingido por uma carreta em Pontezinha, no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, no início da noite dessa terça-feira (23). Um inquérito policial foi instaurado pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) para elucidação do sinistro de trânsito.

A vítima, de identidade desconhecida, foi atingida pelo caminhão quando passava de bicicleta pela ponte localizada sobre o Rio Jaboatão, equipamento de acesso entre os bairros de Ponte dos Carvalhos e Pontezinha. De acordo com testemunhas, o ciclista trabalhava no bairro de Curcurana, em Jaboatão dos Guararapes, também no Grande Recife.

À reportagem do JC, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Pernambuco afirmou que o motorista da carreta repassou a informação de que o ciclista atropelado transitava no sentido contrário ao do fluxo, quando se deparou com outro ciclista que transitava no sentido correto.

Com isso, o ciclista que estava no sentido correto teria encostado na mureta para o outro ciclista passar. Nesse momento, teria ocorrido uma colisão entre as bicicletas e o ciclista que vinha no sentido contrário, caiu na pista, sendo atropelado na sequência.

O motorista do caminhão permaneceu no local e entrou em contato com a Central da PRF para informar o sinistro de trânsito. Ele foi ouvido pela polícia. O segundo ciclista não permaneceu no local.

Peritos do Instituto de Criminalística compareceram ao ponto da colisão e informaram que a vítima estava sem documentos de identificação. O corpo do ciclista foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife para Perícia Necropapiloscópica (identificação do corpo através das impressões digitais) e tanatoscópica (causa mortis).

De acordo com os moradores da área, é comum que condutores de veículo desrespeitem as sinalizações e percorram a via em alta velocidade. Por causa do sinistro, a PRF precisou controlar o tráfego no local, que ficou restrito apenas por uma faixa. Por volta das 22h, o trânsito foi normalizado.

Comentários

Últimas notícias