Eleições 2020

PSOL deve indicar vice de Marília Arraes, diz presidente nacional do partido

Sigla confirmou no último sábado (8) que não lançará candidato próprio na capital pernambucana e apoiará a postulação da petista

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 10/08/2020 às 19:08
Notícia

Foto: Divulgação
Severino Alves, presidente do PSOL-PE - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O PSOL deve indicar seu presidente estadual, Severino Alves, para ocupar o posto de vice na chapa encabeçada pela deputada federal Marília Arraes (PT) na corrida à Prefeitura do Recife deste ano. A informação é do presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, sigla que confirmou no último sábado (8) que não lançará candidato próprio na capital pernambucana e apoiará a postulação da petista.

"Estamos trabalhando em uma perspectiva de compor a chapa junto com a Marília. O debate no partido está apontando para a indicação do nosso companheiro Severino Alves, que é o presidente estadual do PSOL de Pernambuco. Pelo que me consta ele é o nome que o partido deve indicar para compor a chapa de vice junto com a Marília e a nossa expectativa é que, inclusive, ela dê uma sinalização em breve nesse sentido. Sei que há o diálogo dela com outros partidos para a composição da aliança, mas para a chapa majoritária a tendência é essa, então estamos esperando esse gesto dela nos próximos dias sinalizando a formação da chapa com o PSOL na vice", declarou Juliano, em entrevista ao JC.

>> PSOL nacional oficializa apoio à candidatura de Marília Arraes no Recife

>> Após ter candidatura a prefeito do Recife rifada, Paulo Rubem critica ''atos antidemocráticos'' do PSOL

>> Marília Arraes quer frente de oposição com PT e PSOL no Recife

>> Em Pernambuco, PSOL defende a formação de uma frente de esquerda para combater o PSB e o bolsonarismo

>> PSOL desiste de candidatura própria no Recife e propõe frente de oposição com Marília Arraes

>> Diretórios estadual e municipal do PT cedem e declaram apoio à candidatura de Marília Arraes no Recife

>> Humberto Costa ''engole'' candidatura de Marília no Recife, mas não quer campanha com ataques ao PSB

Esta é a primeira aliança formalizada pela petista para as eleições municipais deste ano, e ocorreu porque a pré-candidatura do professor universitário e ex-deputado federal Paulo Rubem Santiago foi rifada pelos diretórios municipal, estadual e nacional do PSOL, abrindo margem para a coligação. "Foi rejeitado em votação no Diretório Nacional do PSOL, por 35 votos contrários e 28 votos a favor, o recurso apresentado por filiados do PSOL do Recife que solicitava a realização de prévias para a disputa eleitoral majoritária na capital pernambucana em 2020. O pedido apreciado na tarde de sábado (8), ao ser rejeitado, reafirma a decisão do Diretório Municipal do PSOL em Recife de formação de uma frente de oposição ao governo municipal e ao bolsonarismo em Pernambuco", diz trecho da nota lançada pela agremiação nesta segunda-feira (10).

O comunicado informa, por fim, que a sigla apoiará a candidatura da parlamentar petista. "Com o resultado, o PSOL declara oficialmente apoio à candidatura de Marília Arraes (PT), conforme definido pelo Diretório Municipal. Essa decisão se fundamenta na necessidade de unir a oposição e combater os retrocessos que temos visto em nosso País".

"Não há uma definição oficial do Diretório Municipal porque os diálogos com a Marília ainda estão em curso, mas há um diálogo nacional do partido que, de alguma maneira, sinaliza para essa perspectiva. A escolha do nome que será indicado vai passar pelo crivo do Diretório Municipal, mas, no campo majoritário do partido, há um consenso sobre a indicação do meu nome", pontuou Severino Alves.

Procurada para comentar o caso, a deputada federal Marília Arraes encaminhou uma nota à reportagem na qual limita-se a dizer que a discussão sobre a vice será tomada "no momento certo", mas não nega a composição da chapa sugerida por Juliano Medeiros. "O PSOL é um aliado que vai nos ajudar a construir esse projeto para o Recife. É natural esse debate sobre a vice que vamos fazer no momento certo e sob a condução do partido. Fico feliz que, além de estarmos juntos na trincheira nacional, o PSOL também se junte a nós por uma cidade mais justa", diz o comunicado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias