CÂMARA DOS DEPUTADOS

Solidariedade declara apoio a Baleia Rossi à presidência da Câmara e divide bancada pró-Lira

O Solidariedade era contabilizado na lista de apoiadores do, também candidato a presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), que tem a preferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na disputa

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 18/01/2021 às 19:37
Notícia
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Deputado federal Augusto Coutinho defendeu que o partido pudesse discutir o assunto por mais tempo para buscar unidade - FOTO: Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Leitura:

O partido Solidariedade anunciou, nesta segunda-feira (18), que irá apoiar o candidato a presidente da Câmara dos Deputados, Baleia Rossi (MDB-SP). A decisão, que foi tomada pela direção executiva do partido, através de uma nota assinada pelo presidente nacional do Solidariedade e deputado federal, Paulinho da Força, dividiu a bancada federal composta por 14 parlamentares. Isso porque, apesar de não ter fechado questão sobre a eleição da Câmara, que ocorrerá no dia 1º fevereiro, muitos deputados já haviam declarado apoio ao também postulante, Arthur Lira (PP-AL).

>>Ao apoiar Arthur Lira, prefeito do Recife, João Campos, pode ter diálogo facilitado em Brasília

>>Deputados federais pernambucanos estão otimistas com vitória de Arthur Lira para presidente da Câmara

>>João Campos declara apoio a candidato de Bolsonaro para presidência da Câmara

Para o deputado federal Augusto Coutinho (SD-PE), o ideal seria aguardar mais um pouco para discutir esse assunto e tentar unificar o partido nestes próximos 15 dias. “Fui vencido na minha tese e o presidente tem maioria, temos que respeitar. Mesmo com a posição do partido, nós vamos avançar com as conversações, o que ficou decidido é uma recomendação", explica o parlamentar pernambucano. 

Ele esteve presente na segunda visita de Lira à Pernambuco, tido como candidato do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), onde recepcionado pelo governador Paulo Câmara (PSB) , o prefeito do Recife João Campos (PSB), e outros parlamentares da bancada pernambucana. Segundo Coutinho, que está em seu terceiro mandato na Câmara, as movimentações dos candidatos a presidência da Casa são vistas como algo natural do processo.

"Assim como os próprios eleitores ouvem as propostas dos candidatos, nós também somos eleitores neste caso. A conversa com Arthur Lira foi muito boa, o fato de sermos vizinhos é algo em comum muito forte, porque nossas agendas de interesses econômicos batem com os interesses de quem é do Nordeste. É natural, muito mais de quem é do Sul”, frisa Augusto Coutinho. 

Há parlamentares, inclusive, que têm avaliado que Arthur Lira tem feito trabalho mais efetivo em apresentar suas propostas e ouvir todas as demandas, do que Baleia Rossi, candidato apoiado pelo atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ocorre que mesmo com indicação de Paulinho da Força, não há precisão de quantos parlamentares vão votar no emeedebista e quantos vão permanecer apoiando Lira. 

Na nota de apoio a Rossi, o presidente nacional do Solidariedade diz que é preciso "buscar convergências favoráveis à formação não só de um vasto e indispensável campo em defesa da democracia", mas "a garantia sempre necessária e completa da autonomia nas decisões do Congresso Nacional". 

Ele cita a crise sanitária gerada pela pandemia da covid-19 e os altos índices de desemprego do País, como fatos que devem ser solucionados através de negociações entre os poderes Executivo e Legislativo, "sem subordinação de qualquer espécie".

"O conjunto político-partidário formado em torno da candidatura e os compromissos assumidos por ele para esse equilíbrio e independência indispensáveis entre os poderes da República são as razões que fazem o Solidariedade se empenhar também pela adesão de outras forças sociais e políticas no apoio à candidatura de Baleia Rossi à presidência da Câmara Federal", conclui o comunicado.

Além do bloco de oposição formado pelos partidos PT, PSB, PDT, Rede, PV e PCdoB, Baleia Rossi também conta com o apoio do DEM, MDB, PSDB, Cidadania, PSL. Do outro lado, Arthur Lira tem o apoio formal dos partidos PP, PSD, Republicanos, PL, PROS, PSC, Avante e Patriota - e de dissidentes do PSB e Solidariedade.

Comentários

Últimas notícias