Câmara dos Deputados

"Não interfiro no voto de ninguém", diz João Campos após ser cobrado se apoia Lira

O prefeito do Recife se posicionou através das redes sociais após ser questionado pelo ator do Porta dos Fundos, João Vicente, se apoia ou não a candidatura de Arthur Lira para presidência da Câmara

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 29/01/2021 às 15:58
Notícia

TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
"Tenho muito respeito pelo Legislativo e pelos parlamentares que foram eleitos democraticamente, pelo voto popular", disse João Campos - FOTO: TIÃO SIQUEIRA/JC IMAGEM
Leitura:

Após ser cobrado publicamente sobre seu posicionamento a respeito da candidatura do deputado federal Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Câmara dos Deputados, o prefeito do Recife João Campos (PSB) afirmou em seu perfil no Twitter, nesta sexta-feira (29), que não "interfere no voto de ninguém". No entanto, o ex-deputado federal não respondeu se é contra ou favor do parlamentar apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

>> Ao apoiar Arthur Lira, prefeito do Recife, João Campos, pode ter diálogo facilitado em Brasília

>>'PSB vai apoiar a candidatura de Baleia Rossi', diz governador Paulo Câmara

"Na condição de prefeito da cidade do Recife, não participo da eleição para presidente da Câmara e nem interfiro no voto de ninguém. Tenho muito respeito pelo Legislativo e pelos parlamentares que foram eleitos democraticamente, pelo voto popular", disse Campos. "Não preciso relembrar, a quem acompanhou meus dois anos como deputado federal, a oposição que fiz, votando contra e expondo as iniciativas mais controversas e condenáveis do Governo Federal, que coleciona demonstrações de falta de sensibilidade e de compromisso com o nosso povo", complementou. 


Por fim, João Campos declarou que os parlamentares "têm legitimidade e autonomia para fazer suas escolhas nesse processo eleitoral, que é interno". As diversas cobranças que têm sido feitas nas redes sociais do prefeito foram motivadas pelo ator do Porta dos Fundos e apresentador de TV João Vicente - ele é um dos artistas que integra o movimento contra a campanha de Arthur Lira para presidente da Câmara. Vários parlamentares que não se posicionaram a respeito de quem deverá votar no próximo dia 1º de fevereiro, estão sendo cobrados a se manifestarem através das redes sociais. 

Mesmo que João Campos tenha entregue o mandato para assumir a Prefeitura do Recife, aliados e correligionários já afirmaram que o socialista faz parte do coro dos que apoiam Lira e que teria influência na bancada. No dia 13 de janeiro, o parlamentar do PP foi recepcionado pelo governador Paulo Câmara (PSB) e pelo prefeito da capital, que teria sinalizado trabalhar a favor de Arthur Lira. Esse posicionamento vai de encontro a decisão do líder do PSB, Alessandro Molon, em formalizar junto com o bloco de oposição (PDT, PT, Rede, PV e PCdoB) o apoio ao candidato Baleia Rossi (MDB-SP), indicado pelo presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ).

"Como você sabe, segunda-feira tem votação para decidir o presidente da Câmara. Se o Lira ganhar, é mais política de mortes e mais absurdos do Bolsonaro pelos próximos dois anos", inicia a publicação do apresentador. " Você é uma grande referência pro PSB e parece que tem gente do partido que vai votar no Lira, como sabemos que você não é a favor desse desgoverno incompetente, violento e criminoso, pedimos: Um posicionamento público seu dizendo que não é a favor do Arthur Lira. Podemos contar com você?", questiona João Vicente.

Minutos após essa publicação, os perfis oficiais de João Campos, tanto no Instagram quanto no Twitter, receberam várias mensagens de seguidores cobrando esse posicionamento. A reportagem chegou a entrar em contato com a Prefeitura do Recife, no mesmo dia, mas não obteve resposta até a publicação da matéria. 

Comentários

Últimas notícias