Eleições 2022

'Prefiro governador como Anderson que ore Pai Nosso do que um que roube o pão nosso', diz Gilson Machado

Gilson será candidato a senador pelo PL e defendeu a reeleição de Bolsonaro: ''a lapada vai ser grande''

Cássio Oliveira
Cadastrado por
Cássio Oliveira
Publicado em 31/07/2022 às 17:12 | Atualizado em 31/07/2022 às 17:20
CÁSSIO OLIVEIRA / JC
Gilson Machado Neto durante convenção do PL no Recife - FOTO: CÁSSIO OLIVEIRA / JC
Leitura:

Conhecido por ser sanfoneiro, o ex-ministro do Turismo e candidato a senador por Pernambuco, Gilson Machado Neto, não poderia ter começado sua participação na convenção do PL de outra forma. Ele utilizou sua sanfona para tocar 'Asa Branca', famosa canção de Luiz Gonzaga, aos presentes no ato que aconteceu no Clube Português do Recife.

Gilson integra a chapa que terá Anderson Ferreira (PL) como candidato a governador de Pernambuco e Izabel Urquiza como candidata à vice-governadora. Além deles, o Partido Liberal também homologou 26 candidaturas a deputado federal e 50 para deputado estadual.

Em seu discurso, Gilson exaltou o governo de Jair Bolsonaro, do qual fez parte, e disse que o presidente será reeleito. "Sempre acompanhei Bolsonaro. Quando viemos a Pernambuco pela primeira vez me chamavam de louco, eu e Bolsonaro, nem entrevista em rádio deixaram a gente dar. Em 2018, nessa época, o presidente tinha 12% (nas pesquisas). Hoje, ele tem mais de 30% e tem quase 40% que não declara voto ainda. Nós vamos dar a maior lapada da história. Isso aqui (o povo) eles não têm, o que está escrito por Deus ninguém tira", afirmou.

Confira o discurso de Gilson Machado Neto

A mais recente pesquisa do Datafolha sobre a corrida presidencial de outubro indica o ex-presidente Lula com 47% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro aparece, com 29%. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais. De acordo com a pesquisa, votam em branco ou nulo 6%, e 3% dizem não saber quem escolher. (Confira a pesquisa clicando aqui)

Família

Ao lado da esposa e do filho, Gilson Machado começou sua fala dizendo que luta pelas famílias e por valores cristãos. "Não negociamos valores, somos contra a flexibilização de droga de qualquer qualidade e também somos contra o aborto". Em seguida ele disse ter sido escalado por Bolsonaro para uma missão difícil.

CÁSSIO OLIVEIRA / JC
Gilson Machado Neto durante convenção do PL no Recife - CÁSSIO OLIVEIRA / JC
CÁSSIO OLIVEIRA / JC
Gilson Machado Neto durante convenção do PL no Recife - CÁSSIO OLIVEIRA / JC
DIVULGAÇÃO
Convenção de Anderson Ferreira ao Governo de Pernambuco - DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Convenção de Anderson Ferreira ao Governo de Pernambuco - DIVULGAÇÃO
HERMES COSTA NETO/DIVULGAÇÃO
Convenção de Anderson Ferreira ao Governo de Pernambuco - HERMES COSTA NETO/DIVULGAÇÃO
Alex Oliveira/JC IMAGEM
Anderson Ferreira é o candidato ao governo de Pernambuco pelo Partido Liberal (PL) - Alex Oliveira/JC IMAGEM
Alex Oliveira/JC IMAGEM
Anderson Ferreira é o candidato ao governo de Pernambuco pelo Partido Liberal (PL) - Alex Oliveira/JC IMAGEM

Além dessas falas que tocam o público religioso, Gilson ainda prometeu apresentar um projeto, caso eleito, para que nenhuma igreja seja fechada. Durante a pandemia de covid-19, houve polêmica com decretos estaduais que não permitiam aglomerações, nem mesmo em igrejas, como forma de prevenir o contágio da doença. As medidas foram duramente criticadas por grupos religiosos que apontaram até mesmo "cristofobia". 

Campanha

Outro ponto citado pelo candidato a senador diz respeito à estrutura da campanha. Hoje, a chapa de Anderson Ferreira conta apenas com um partido, o PL. Dessa forma, a candidatura deverá ter menos recursos e tempo em TV e Rádio do que outros palanques que contam com maior número de legendas.

Mesmo assim, Gilson não desanimou. "Dizem que a gente não tem estrutura, uma palavra bonita que arrumaram para dinheiro roubado do povo. Vamos passar por cima, pois estão com 3% em todas as pesquisas apesar de comprar prefeito", disse Gilson sem citar nomes. "Pernambuco voltará a ser Leão do Norte, do forró, da cultura, das praias de Noronha, de Porto de Galinhas, do povo".

Ele disse ter sido um dos ministros que mais trabalhou e afirmou buscar melhorias para o Estado. "Foram 3.200 obras entregues, consegui a dragagem do Porto do Recife, consegui autonomia de Suape, quem quiser que desminta, pergunta ao ministro quem pediu a ele, consegui pista em Fernando de Noronha, caixa de brita na última curva da Serra das Russas". 

Machado também foi chamado no evento por aliados de Pitbull por falar o que pensa e defender fortemente a gestão Bolsonaro. Ele foi um dos mais exaltados no palanque por diversos pré-candidatos. "Feliz é o Estado, a nação, cujo Deus é o senhor. Prefiro um governador como Anderson e uma vice como Izabel, que orem o Pai Nosso do que governador e presidente que roubem o pão nosso", concluiu o candidato.

Comentários

Últimas notícias