LUTO ETERNO

Maria Lina fala sobre prematuridade e relembra momento passado com filho e Whindersson Nunes: "É difícil aceitar"

A influencer lembrou as características do filho e falou sobre o parto

Rakeche Nascimento
Rakeche Nascimento
Publicado em 18/11/2021 às 17:57 | Atualizado em 18/11/2021 às 17:59
Filho de Whindersson Nunes e Maria Lina nasceu com 22 semanas de gestação (Imagem: Reprodução)
Filho de Whindersson Nunes e Maria Lina nasceu com 22 semanas de gestação (Imagem: Reprodução)
Leitura:

Maria Lina falou sobre a experiência que passou ao lado de seu filho, João Miguel, e relembrou o nascimento e morte do garoto. João foi fruto do relacionamento que a influencer teve com o humorista Whindersson Nunes e faleceu poucos dias após seu nascimento.

Durante uma live em seu instagram com a ONG 'Prematuridade.com' nesta quarta-feira (17), ela falou mais sobre a perda do menino e revelou que imaginou que aconteceria desde o trabalho de parto."Eu lembro que fique tão desesperada que falava para o Whindersson: 'Amor, ele não vai conseguir, ele é muito pequeno. Ele precisa estar dentro de mim'. Tem fotos minhas olhando ele. Ao mesmo tempo que eu choro eu sorrio. Estava com medo porque ele era muito pequenininho". Explicou ela.

No papo, a influenciadora descreveu a aparência do filho e agradeceu por vê-lo antes de sua morte: "Deus me deu a oportunidade de me despedir, de ver o rostinho, que era idêntico ao do pai dele. Nem o nariz nem a orelha eram meus, era tudo do pai. Passei o dedinho no narizinho dele", contou.

Maria Lina explicou que sempre sonhou em ser mãe, algo que juntou com o desejo de Whindersson em se tornar pai, relembrando que passou por ótimos e baixos momentos no mesmo dia com o ex-noivo.

"Passei pela maior experiência de toda a minha vida no dia 29/05/2021. E naquele sábado, você nasceu. Eu chorava de amor, de desespero, de medo, de felicidade. Você tão pequeno teria que enfrentar uma grande batalha. E eu, ali, pronta para dar minha vida pela sua, pronta para fazer qualquer coisa que estivesse ao meu alcance para que você ficasse bem. Lembro do seu cheiro, do seu rostinho, dos seus cabelinhos, do seu pézinho, que desde a ultrassom já dava vontade de morder de tão lindo".

Por fim, Maria Lina falou da dor e saudade que ainda sente e que tem se apoiado na fé para superar. "Nunca pensei que fosse passar pela experiência da prematuridade, nem que meu primeiro filho fosse virar um anjo. É difícil aceitar, é difícil conviver com a saudade, com a expectativa de como seria, mas Deus carrega junto comigo essa dor, porque sozinha eu não conseguiria", concluiu.

Confira:

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias