POLÍTICA NO BBB

BBB 22: é proibido falar de política no Big Brother Brasil? Saiba quais são as regras do reality show sobre o tema

Entra ano e sai ano e uma curiosidade aflige o público sempre que o assunto toma conta da casa mais vigiada do país: pode falar sobre política no BBB?

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 11/01/2022 às 21:10
Reprodução/TV Globo/Gshow
Os últimos dias depois do terceiro paredão foram decisivos e reconfigurou a preferência do público pelos participantes do BBB 22 - FOTO: Reprodução/TV Globo/Gshow
Leitura:

Na edição de 2021 do Big Brother Brasil o tema política deu bastante o que falar, tanto entre os participantes do reality, quanto com o público. A ex-BBB Sarah Andrade foi duramente criticada por quem assistia o programa depois que foi descoberto que ela seguia nas redes sociais o presidente Jair Bolsonaro e, no contexto da pandemia, estava saindo para festas, algo associado com a atitude negacionista do presidente da república. Por outro lado, Arthur Picoli falou abertamente sobre seu apoio ao ex-presidente Lula no programa.

Os exemplos acima são alguns momentos em que a política esteve em pauta no programa, seja de forma direta ou indiretamente. Entretanto, uma curiosidade aflige o público sempre que o assunto toma conta da casa mais vigiada do país: pode falar sobre política no Big Brother Brasil? Em algumas ocasiões um sinal sonoro dentro da casa foi tocado quando o assunto surgia nas conversas dos brothers e sisters, em outras, eles conversaram de maneira cifrada. Mas a regra nunca ficou clara para quem assiste ao programa.

Como 2022 é um ano de eleição presidencial e o debate político está acirrado no Brasil é de esperar que o assunto seja, de alguma forma, tema de conversas dentro do BBB. Mas como será que a produção do programa reagirá? O colunista Léo Dias apurou que, ao contrário do que muitos pensam, não é proibido falar de política na casa do BBB. As fontes do jornalista afirmam que Lula e Bolsonaro podem ser temas de conversas entre os participantes.

O colunista ainda aposta que o tema das eleições e política, em geral, deverá ser uma das pautas dominantes do programa, assim como foi o empoderamento feminino em 2020 e racismo em 2021. Léo Dias ainda afirma que o elenco dessa edição do BBB tem pessoas com posicionamentos políticos distintos, o que pode gerar “tretas” entre eles e, claro, aqui fora também.

Apesar de ser liberado falar do assunto no reality, a direção do programa já precisou avaliar o que fazer diante das conversas sobre política entre os participantes. O alerta sonoro parece, nesse caso, a opção mais usada pela Globo para avisar aos confinados que a conversa está tomando um rumo um pouco mais exaltado e que deve ser encerrada.

O Big Brother Brasil 2022 estreia na próxima segunda-feira, dia 17 de janeiro.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias