27
set

Pedro Lima do 3corações vem ao Recife para relançar Café Cirol e homenagear Edgar Wanderley que criou a marca

27 / set
Publicado por Fernando Castilho às 19:40


Foi assim: Edgard Wanderley sempre foi um pioneiro. Ele sucedeu o seu pai, Abel Wanderley (falecido em 1959), que era o dono da fábrica Cirol, que produzia o macarrão Cirol.

Nos anos seguinte, Edgard começou a planejar o crescimento da empresa, contando na diretoria com a irmã Zilda e o irmão Ernani Wanderley.

Expandiu a linha de massas e a partir do segundo semestre de 1967 e começou a projetar o lançamento do café Royal, no mercado coisa que veio a se dar no primeiro semestre de 1972.

Mesmo enfrentando forte concorrência com marcas tradicionais (São Paulo, Petinho e Mundial), Edgard começou a ganhar espaço nos supermercados e mercadinhos, pela qualidade do café Royal, coisa que Edgard não abria mão de cuidar.

Logo nos primeiros anos de lançamento, o café Royal foi ganhando mercado e o crescimento da Cirol Royal se consolidando.

Com a consolidação do café Royal, Edgard Wanderley ampliou sua linha de produtos com o pré-cozido de milho Royal, que também foi muito forte nos pontos de vendas.

Em seguida, Edgard modernizou seu parque industrial de massas, diversificando a sua linha de produção com talharim, espaguete e todo tipo de massas finas.

A junção das marcas Cirol com o café Royal aconteceu porque a força da marca Cirol no mercado de massas e foi quem sustentou o novo produto. Mas a qualidade do café acabou fazendo com que o nome Royal virasse sobrenome das massas. A junção das duas consolidou o produto.

Ontem, o empresário Pedro Lima veio ao Recife anunciar que a partir do próximo mês recoloca no mercado o café Royal ícone do mercado nos anos 80 e que quase 10 anos após deixar de sair do mercado ainda tem forte recall na memória do consumidor pernambucano.

Seria mais apresentação para uma companhia que detém hoje as marcas 3corações Santa Clara e Fino Grão se ele não levasse para o evento o fundador da Cirol, Edgar Wanderley. A marca Santa Clara é, hoje, o que no passado foi Cirol Royal uma marca cujo slogan era “honestamente café” pela proposta do empresário pernambucano de dar qualidade ao produto que fabricava.

Pernambuco já foi um importante produtor de café na região do agreste meridional e Wanderley adquiria parte de sua matéria prima no estado.

O gesto de Pedro Lima, dono de uma companhia que, este ano, deve faturar R$ 3,2 bilhões foi uma deferência a um velho concorrente.

Para divulgação do retorno da marca, o grupo 3corações anuncia um plano integrado 360º, incluindo TV aberta, plataformas digitais, mídia externa e pontos de venda na região. O filme gravado em Recife, contará com a composição “Voltei, Recife”, de Alceu Valença, e celebra de forma saudosa, o retorno do produto para a mesa dos consumidores.

Através de um QR code inserido na embalagem de cada produto, é possível ter acesso a landing page da marca (www.cafecirol.com.br) onde o consumidor poderá ver o filme da campanha e demais informações sobre o relançamento da linha.

 


Veja também