29
set

PT questiona interesses da oposição, exalta 12 anos petistas e ignora atual gestão Dilma

29 / set
Publicado por Giovanni Sandes às 12:29

 

O Partido dos Trabalhadores (PT) leva à TV nesta terça (29) duas inserções, uma com críticas à oposição que “tenta desestabilizar o governo” e outra em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala genericamente dos feitos do partido em 12 anos. Em nenhum momento, porém, a sigla defende ou menciona as atuais políticas da presidente Dilma Rousseff, alvo de críticas cada vez mais abertas do próprio PT.

Os filmes já foram liberados pelo próprio PT. No primeiro, que você assiste acima, o partido faz a defesa da continuidade de Dilma com críticas à oposição, contudo sem citar medidas da presidente ou políticas do atual mandato. O locutor diz:

“Uma pergunta para todos os brasileiros: os políticos que querem desestabilizar o governo estão pensando no bem do País ou em si mesmos? Estão interessados em beneficiar a população ou só querem tirar proveito da crise?”, questiona. “Afinal, quem garante um caminho mais seguro? Um governo eleito democraticamente ou aqueles que querem chegar ao poder custe o que custar?”, indaga.

No outro filme do PT, estrelado por Lula, ele ignora o atual mandato de Dilma, em 2015, ao falar dos 12 anos passados do partido.

 

 

Lula menciona programas como Minha Casa, Minha Vida, Prouni e Fies:

“Pensem comigo: um País que em apenas 12 anos saiu do Mapa da Fome da ONU, colocou mais de 40 milhões de brasileiros na classe média, bateu recordes na geração de empregos e fez programas como Minha Casa, Minha Vida, o Prouni e o Fies, é capaz de vencer qualquer crise”, diz o petista. “Um país que fez tanto em tão pouco tempo tem que acreditar na força de seu povo. Foi por isso que lutei e vou continuar lutando hoje e sempre”, encerra Lula, no filme do PT.

 

Leia mais:

VEJA PROGRAMA DO PSDB SOBRE DILMA: “COM TANTA MENTIRA, UM DIA A MÁSCARA CAI”

PMDB CRITICA FALTA DE RUMOS DO PAÍS E DIZ QUE VAI REUNIFICAR O BRASIL. TEMER FALA DA TRAJETÓRIA DE HOMEM PÚBLICO


Veja também