19
abr

Nas redes sociais, maioria cita medo de assaltos a ônibus em Pernambuco, diz pesquisa

19 / abr
Publicado por Giovanni Sandes às 8:20

Estudo avalia menções à violência nas redes sociais Foto: Raphael Alves/TJAM
Estudo avalia menções à violência nas redes sociais Foto: Raphael Alves/TJAM

 

Um estudo da Le Fil, empresa recifense de soluções digitais, analisou como as pessoas mencionam o tema violência em Pernambuco nas redes sociais. Foram avaliadas 700 citações no Facebook e Twitter. Os assaltos a ônibus dominam as menções, com 69% dos casos. É um número muito alto. Para se ter uma ideia, homicídios, por exemplo, são apenas 15% das citações totais.

 

“De 30% a 40%” da violência em Pernambuco é culpa de operação-padrão da PM, diz secretário do Recife

Segurança: guerra da comunicação entre Paulo Câmara e oposição está só começando

 

De acordo com o  estudo da Le Fil, as citações ao assunto violência em Pernambuco, entre 1º de março a 12 de abril, mostram não só o medo das pessoas dos assaltos, como também mudanças de comportamento. Se antigamente o medo era usar celular na rua e o ônibus era o momento em que os aparelhos poderiam ser utilizados, agora o medo é de utilizá-los no coletivo.

 

Para Armando Monteiro, reação de governo é débil e Paulo Câmara terceiriza responsabilidade

Bezerra Coelho presenciou discurso de Armando contra Paulo Câmara. Ignorou e preferiu falar de Temer

 

Impressiona que, para 90%, uma reação violenta ao crime seria a resposta. Para 45% dos internautas, a solução seria a legislação permitir o porte de armas.

A Le Fil realizou a análise de 700 citações públicas no Facebook e Twitter a partir dos termos “segurança em Pernambuco”, “violência em Pernambuco”, “insegurança em Pernambuco” e “assaltos em Pernambuco”.

A empresa disponibiliza o estudo neste link.


Veja também