16
nov

Homicídios voltam a subir em outubro. Aumento neste ano já é de 26,9%

16 / nov
Publicado por Raphael Guerra às 6:35

Em dez meses, Pernambuco já registrou mais homicídios do que todo o ano de 2016. Foto: JC Imagem/Arquivo

Em dez meses, Pernambuco já registrou mais homicídios do que todo o ano de 2016. Segundo novo balanço da Secretaria de Defesa Social (SDS), entre janeiro e outubro deste ano, 4.576 pessoas foram assassinadas. Ao logo de 2016, foram 4.479 mortes. Como previam especialistas, o Estado deve terminar 2017 com o maior número de homicídios da história.

Apesar da promessa do Governo do Estado de terminar o ano com redução nas estatísticas de violência, os resultados mostram o contrário. O mês de outubro apresentou aumento em relação a setembro. Foram 432 assassinatos, contra 410 do mês anterior. No total, 22 mortes a mais.

No cenário geral, o aumento é de 26,9% no número de homicídios se compararmos os dez primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período de 2016, quando 3.604 foram assassinadas.

A SDS ainda revelou que, do total de mortes violentas registradas em outubro, 54% tiveram relação com o tráfico de drogas. Já 15% foram motivadas por conflitos na comunidade e 3% relacionados a conflitos familiares ou afetivos. Casos de latrocínios (roubo seguido de morte) representaram 3% do total de homicídios. Em 0,4% dos casos, feminicídios.

PERFIL DO CRIME

Segundo a Gerência de Análise e Estatística Criminal da SDS, das 2.538 vítimas de assassinatos, entre maio e outubro deste ano, 1.037 (ou seja, 41%) tiveram passagens pelas unidades prisionais/socioeducativas do Estado ou foram acusadas de algum tipo de crime.

MUNICÍPIOS

ATÉ 30 de outubro deste ano, Recife já registrou 670 mortes. Jaboatão dos Guararapes, 333. Paulista, 197. O Cabo de Santo Agostinho contabilizou 156 homicídios. No Agreste do Estado, Caruaru lidera o número de mortes: 231. Com exceção de Jaboatão, todos os outros municípios citados apresentam resultados que superam todo o ano de 2016.

PRISÕES

De janeiro a outubro deste ano, 1.998 pessoas suspeitas ou acusadas de envolvimento em assassinatos e grupos de extermínio foram presas. Somente em outubro, foram 226 prisões. No mês anterior, foram 189.

LEIA TAMBÉM

Delação premiada é nova arma para reduzir homicídios em Pernambuco

Condenação dos Canibais de Garanhuns completa 3 anos. Caso terá novo júri

Denúncia: 36% dos delegados de Pernambuco não investigam crimes

‘É questão de honra a polícia pernambucana reverter esse quadro’, diz ex-secretário

Delegacias da Mulher fechadas nos horários em que elas mais precisam

 

 

 

 


Veja também