27
jan

Crítica: 1917, de Sam Mendes

27 / jan
Publicado por Ernesto Barros às 19:05

Embalada pela conquista de dois Globos de Ouro – Melhor Filme (Drama) e Melhor Diretor (Sam Mendes)–, a produção anglo-americana 1917 (2019) tornou-se o terceiro  longa-metragem com mais indicações ao Oscar 2020 – ao lado de O Irlandês (The Irishman, 2019), de Martin Scorsese, apenas uma a menos que Coringa (Joker, 2019), de Todd Phillips, […]

VER MAIS
16
jan

Crítica: Os Miseráveis, de Ladj Ly

16 / jan
Publicado por Ernesto Barros às 15:48

Desde a década de 1990 que um filme francês não se mostrava tão urgente em mostrar a realidade dos subúrbios parisienses. Até hoje, O Ódio (La Haine, 1995), de Mathieu Kassovitz, permanecia impávido como a melhor tradução do barril de pólvora étnico e religioso que a França se tornou nas últimas décadas, especialmente os subúrbios […]

VER MAIS
10
jan

Crítica: Retrato de uma Jovem em Chamas, de Céline Sciamma

10 / jan
Publicado por Ernesto Barros às 17:02

Uma das provas de que o Facebook, algumas vezes, não é um ambiente excessivamente tóxico, é quando algumas pessoas dessa rede partilham formas de amor e de admiração explícitas. A mais notável, sem dúvida, são as postagens de fotos em que elas apontam os sentimentos dirigidos ao outro pelo olhar, em frases tipo “olhe para […]

VER MAIS
07
nov

Crítica: Parasita (Gisaengchung), de Bong Joon-ho

07 / nov
Publicado por Ernesto Barros às 5:57

O cinema ganhou foros de arte política quando estava começando a falar e conquistar as massas. Até hoje, os jovens cineastas ainda aprendem as lições do cinema soviético dos anos 1920. Essa ligação umbilical do fazer cinematográfico com a política – e, por tabela, com a sociedade –, está com a carga toda novamente. Nos […]

VER MAIS
01
nov

Crítica: Maria do Caritó, de João Paulo Jabour

01 / nov
Publicado por Ernesto Barros às 14:49

Até não muito tempo atrás, coitada da mulher que não casasse logo. Rapidamente, as más línguas tachavam-lhe a pecha de encalhada, que iria ficar no caritó – uma solteirona deixada numa prateleira, onde ficaria sonhando, fazendo promessas para Santo Antônio e esperando em vão por um homem que iria lhe tirar da solidão. Essa personagem, […]

VER MAIS