06
dez

Homem é vítima de gordofobia, história viraliza e ele ganha festa para celebrar inclusão

06 / dez
Publicado por o Viral às 18:52

Foto: Facebook/@imagensimportantes1

A gordofobia é um tipo de preconceito tratado, muitas vezes, como menos importante. Mas, quem sofre com o sobrepeso sabe o quanto é doloroso se sentir excluído por não estar dentro do padrão de beleza imposto pela sociedade. Sean O’Brien sabe bem o que é isso.

O americano foi alvo de deboches e comentários maldosos simplesmente por sentir vontade de dançar. Mas, a boa vontade de um grupo de mulheres fez com que a sua história tivesse um final feliz.

Tudo começou em um metrô, quando certo dia ele sentiu vontade de dançar. O problema é que a atitude incomodou algumas pessoas que começaram a lançar olhares maldosos e risadas. A reação do rapaz foi desoladora: ele simplesmente se retraiu em um profundo desânimo. Uma pessoa que estava no vagão registrou o momento e a foto viralizou nas redes sociais.

Sean O'Brien, o homem obeso que dançou no metrô, mas parou ao ser motivo de risada.
Foto: Facebook/@imagensimportantes1

A volta por cima de Sean começou quando um grupo de 1.727 mulheres da Califórnia se uniu e começou um movimento no Twitter chamado “dancing man”, ou “Homem dançante”, em português. O movimento tinha como objetivo encontrar Sean e preparar uma festa para ele.

Na rede social o grupo postou um texto que dizia “Moço dançante, não sabemos muito sobre você, mas uma foto na internet sugeriu que você queria dançar e alguém te fez sentir que não deveria. Queríamos ver você dançar livremente e, se você nos receber, adoraríamos dançar junto. Estamos preparando uma festa para você, se quiser nos receber. Nos daria a honra desta dança?”.

Em pouco tempo, o movimento ganhou força e não demorou muito até que o “homem dançante” fosse encontrado. Quando soube do movimento Sean respondeu: “Oi, Cass + Twitter (como solicitado)”. Cass é o apelido de Cassandra, organizadora do movimento.

O americano Sean O'brien.
Foto: Facebook/@imagensimportantes1

Repercussão entre celebridades

A repercussão do movimento foi tão grande que chegou aos ouvidos até de celebridades da música. Pharrell Williams, um dos mais  importantes rappers da atualidade deu força a iniciativa. “Oi, Cassandra  me mantenha atualizado sobre a festa! ‘Dancing Man Found’, nunca tenha vergonha de si mesmo!”, escreveu o músico e produtor.

Outro músico que deu força à causa foi o DJ Moby que também se manifestou no seu perfil na rede social. “Ofereço meus serviços como DJ de graça para o #dancingman. Ninguém deveria sentir vergonha por dançar”, disse ele.

Final feliz

O final da história foi o melhor possível. O encontro com as organizadoras do evento e convidados finalmente aconteceu. E a melhor parte da festa foi compartilhada na rede social do grupo:

Leia mais

Procon autua academia após denúncias de propaganda gordofóbica

Atriz vai em boate comemorar por ter emagrecido, mas é barrada na porta por ‘ser gorda’

*Com informações do Estadão


Veja também