Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

TÉCNICO

Hélio dos Anjos revela se sentiu arrependimento depois que pediu demissão do Náutico; confira

O técnico alvirubro relembrou o momento que o fez pedir demissão do Timbu, há pouco mais de um mês

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 27/09/2021 às 19:14
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Hélio dos Anjos pediu foco no duelo contra o Goiás, apesar das perdas. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

Foram pouco mais de 30 dias entre o pedido de demissão do técnico Hélio dos Anjos do comando do Náutico e seu retorno para o mesmo cargo. Situação pouco vista no futebol. Antes da saída, o treinador estava no clube havia nove meses, tinha evitado o rebaixamento para a Série C em 2020, garantido o título do Campeonato Pernambucano deste ano e comandado o time em um excelente início de Série B nesta temporada. Entretanto, quando o rendimento caiu, o Timbu chegou à uma sequência de cinco derrotas seguidas e Hélio pediu demissão. De volta aos Aflitos, o treinador esclareceu: houve arrependimento? 

LEIA MAIS 

>> Motivos que levaram o técnico Hélio dos Anjos a pedir demissão do Náutico

>> Náutico: Hélio dos Anjos elogia ex-lateral do Sport e promete cobrança

>> De volta ao Náutico, Hélio dos Anjos nega atrito com vice-presidente Diógenes Braga

"Não me arrependi", garantiu Hélio dos Anjos. Segundo o treinador, na ocasião, ele teve motivos que não estavam ligados apenas a resultado para pedir o desligamento. "Achei que aquele era um momento de dar condições para o clube resolver de outras maneiras os problemas. O que eu pensei acabou acontecendo nos 30 e poucos dias que estive fora. Nas conversas que eu tive com a direção, foi a gente acertar algumas coisas que no momento que eu saí não estavam nos satisfazendo. E ao natural, nós retornamos, isso é anormal em algumas circunstâncias da vida, mas no futebol tem coisas que acontecem em um espaço de tempo pequeno, como foi isso e a gente tem mais que continuar o trabalho e dar sequência naquilo que a gente sonha aqui dentro do Náutico", justificou o técnico alvirrubro.

>> Náutico x CRB: vai ao jogo e está com dúvidas? Veja o passo a passo do acesso à Arena de Pernambuco

>> Náutico flexibiliza uso de ingressos antecipados e torcedor poderá usar na próxima semana

>> Veja a classificação atualizada da Série B e a posição do Náutico na tabela

Hélio dos Anjos revelou também que sentia tristeza quando pediu demissão do Náutico, em 18 de agosto. Na ocasião, a falta de vitórias e outros acontecimentos acabaram mexendo com o treinador. Agora, ele garante que está muito mais motivado do que já esteve. "Eu estava triste por não ter conseguido as vitórias que a gente precisava, eu estava triste por alguns acontecimentos que naturalmente a gente acabou resolvendo a partir do momento que houve o convite do Náutico para que eu voltasse. Estarei muito mais motivado do que eu estive até agora. Hoje eu estou alegre, muito motivado, até em função de mais uma oportunidade que estou tendo de trabalhar numa grande equipe como é o caso do Náutico", garantiu.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Comentários

Últimas notícias