Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

Balanço

Náutico: futebol, política e finanças: Edno Melo e Diógenes Braga fazem balanço da gestão; ouça entrevista

Presidente e vice-presidente do Náutico fizeram balanço da gestão

Vinícius Barros
Vinícius Barros
Publicado em 01/10/2021 às 14:07
LEO LEMOS / DIVULGAÇÃO
DUPLA Em entrevista coletiva, Edno Melo e Diógenes Braga declararam fizeram uma gestão inovadora no Náutico - FOTO: LEO LEMOS / DIVULGAÇÃO
Leitura:

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (1º), o presidente do Náutico, Edno Melo, e o vice-presidente, Diógenes Braga, fizeram um balanço do período à frente do clube, iniciado há quase quatro anos. Ao final de 2021, encerra-se o segundo mandato de ambos pelo Timbu.

Além deles, estiveram presentes o vice-presidente jurídico, Bruno Becker, e o vice-presidente de Comunicação e Marketing, Ricardo Mello. Entre os assunto abordados, a gestão alvirrubra falou sobre futebol, finanças e o futuro político do clube. 

 >>> Náutico: Veja quem volta e quem fica de fora do próximo jogo do Timbu contra o Operário-PR

Ouça a coletiva:

 

Finanças

Questionado sobre a parte financeira, Edno relembrou que os problemas do Náutico não são de hoje.

"Essa questão vem de várias gestões passadas. Entramos para fazer algo novo, tendo como base a responsabilidade administrativa e financeira. Temos que dar continuidade a esse projeto. Para o próximo ano, teremos receitas maiores e despesas menores, graças a gestão financeira com funcionários e fornecedores", ressaltou.

Eleições

Em relação ao ciclo eleitoral do Timbu, o mandatário preferiu não citar nomes para a próxima composição de chapa.

"O Náutico conta com alguns quadros políticos no clube. Mas não acredito que seja o momento de falar de eleição, mas sim em finalizar de maneira exitosa essa gestão. Posso dizer que a união e a pacificação do clube contribuíram para nosso sucesso".

Futebol

O vice-presidente executivo, Diógenes Braga, tratou sobre a montagem do elenco e culpou o mercado como empecilho na chegada de reforços ao longo da Série B. 

"Nós buscamos muitos atletas quando algumas peças do nosso elenco se tornaram desfalques, mas o mercado não apresentava soluções. Os reforços passaram a chegar na reta final de inscrições", destacou.

Durante a Segundona, o Timbu perdeu nomes importantes, como os atacantes Erick (hoje, no Ceará) e Kieza, com lesão no tendão do tornozelo esquerdo. Além deles, o lateral-direito, Bryan, que teve lesão no ligamento cruzado do joelho, e Wagner Leonardo, que retornou de empréstimo para o Santos, foram mais perdas sentidas pelo elenco.

Sobre as pretensões do time para o restante da temporada, Diógenes adotou um tom cauteloso.

"Precisamos encerrar a sequência negativa, voltar a ter resultados positivos. A depender do que a gente conseguir, ir jogo a jogo e ver o que é possível na reta final. O máximo que for possível, a gente vai lutar", concluiu.

 

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

Comentários

Últimas notícias